Facebook Twitter RSS

Evento/Curso

Versão para impressão
A-
A+


1º Congresso Brasileiro sobre florestas energéticas
02/06 a 05/06 em Expominas - Belo Horizonte/MG

A necessidade de mudança na composição da matriz energética e de estabelecimento de um novo paradigma de crescimento mundial é necessária e urgente. Não há mais como o Brasil postergar uma atitude firme relacionada à liderança mundial do estado da arte de produzir energia renovável baseada em biomassa florestal, contraponto de suas vantagens comparativas para dominar o comércio internacional de agroenergia.

A necessidade de mudança na composição da matriz energética e de estabelecimento de um novo paradigma de crescimento mundial é necessária e urgente. Não há mais como o Brasil postergar uma atitude firme relacionada à liderança mundial do estado da arte de produzir energia renovável baseada em biomassa florestal, contraponto de suas vantagens comparativas para dominar o comércio internacional de agroenergia.

As plantações florestais ocupam menos que 1% da área agricultável do Brasil. Temos, portanto, um potencial de crescimento de áreas com florestas plantadas fabuloso e com perspectivas animadoras. Nosso país possui água e energia solar, ideais para o crescimento de muitas espécies arbóreas, o que nos coloca em posição de vantagem comparativa invejável.

Para uso da biomassa florestal como fonte de energia em grande escala em nosso País tem-se que vencer dois principais desafios. O primeiro é a produção da biomassa em escala, ou seja, a generalização de plantações florestais. Todavia, não dispomos de material propagativo em quantidade suficiente e na qualidade desejável. Assim, será preciso o desenvolvimento de tecnologias simples e baratas para disponibilizar aos produtores rurais além de sementes e mudas das espécies arbóreas mais adequadas às condições edafoclimáticas do nosso extenso território.

O segundo problema a ser enfrentado é o desenvolvimento de tecnologias mais eficientes e sustentáveis na conversão da biomassa em energia. Além disso, deve-se desenvolver e adaptar outras tecnologias ainda não usadas ou em estado embrionário no país, como: compactação de biomassa florestal; produção de bio-óleo; celulignina; álcool e outros derivados de alto valor agregado. Estes produtos promovem o aumento da densidade energética da biomassa proporcionando, dentre outras vantagens, uma logística de transporte competitiva.

O Brasil lidera a produção de biomassa florestal para várias finalidades graças ao enorme sucesso na silvicultura e melhoramento genético. Entretanto, quando se pretende expandir os plantios para outros biomas, existem limitações de sustentabilidade, zoneamento e de oferta de material propagativo adequado.

Por todas estas razoes foi criado o 1° Congresso Brasileiro Sobre Florestas Energéticas que será o principal fórum nacional para discussão dos plantios florestais para geração de energia. O evento patrocinado pela Embrapa e Governo de Minas Gerais terá a sua primeira edição de 02 a 05 de junho de 2009, no Expominas em Belo Horizonte - MG e são esperados mais de 1500 participantes. 
 

Objetivos do Congresso

  • Difundir conhecimentos silviculturais de plantios para geração de energia;
  • Aperfeiçoamento e inovações tecnológicas nos processos agroindustriais;
  • Diversificar a matriz energética com a obtenção de bioprodutos de alto valor agregado e bioenergia de segunda geração;
  • Inserção de pequenos e médios produtores no agronegócio florestal
  • Promover discussões relacionadas à sustentabilidade da cadeia produtiva das florestas plantadas com finalidades energéticas;

Público Alvo

O Congresso, de cunho técnico, é destinado a: produtores florestais, empresas e técnicos que atuam na área florestal e em tecnologia de conversão de biomassa em energia, diretores e gerentes de empresas com programas de diversificação de usos da madeira, prestadores de serviço, pesquisadores, professores e estudantes que atuem ou tenham interesse na cadeia produtiva da madeira, com finalidade energética, técnicos de instituições publicas, de financiamento e fomento ao desenvolvimento tecnológico.

CONTATOS:
F&B Eventos e Comunicação

Rua Raja Gabaglia 1110,

JD Quebec,

CEP 86.060-190,

Londrina-PR

Tel/fax: (43) 3025-5223

E-mail: florestasenergeticas@fbeventos.com


Fonte: http://www.florestasenergeticas.com.br



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

07/08/2020 às 11:49

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


3041 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey