Facebook Twitter RSS

Avanço e Pesquisa

Versão para impressão
A-
A+


29/04/2014

Análise técnica e econômica de um sistema de colheita mecanizada em relevo acidentado

Tese apresentada à Universidade Federal do Paraná de autoria de Renato Cesar Gonçalves Robert, relata sobre a Análise técnica e econômica de um sistema de colheita mecanizada em plantios de Eucalyptus spp. em duas condições de relevo acidentado.

Foto ilustrativa - Google
As florestas plantadas de Eucalyptus spp. e Pinus spp possuem uma projeção de crescimento acelerado devido a alta demanda por produtos florestais como celulose, papel, painéis de madeira industrializada e produtos siderúrgicos que utilizam o carvão vegetal.
             O rápido crescimento atingido pelas plantações florestais dentro do território brasileiro aliado a alta demanda por madeira oriunda destas florestas no mercado garantem ao setor florestal brasileiro destaque internacional, sendo o avanço da mecanização na colheita florestal  um dos fatores que contribuíram para impulsionar os índices de competitividade da atividade econômica de produção florestal no Brasil.            
            Entretanto o uso de sistemas de colheita mecanizados em áreas onde o terreno possui declividades acentuadas ainda é um desafio tecnológico a ser enfrentado pelas empresas florestais. Diante deste contexto, este estudo buscou avaliar a produtividade e os custos de produção e operacional das operações florestais de colheita de madeira em terrenos montanhosos com a utilização de um harvester de esteiras 911.3 X3M e um forwarder 860.4 com guincho de tração auxiliar (GTA) na extração.
            Para a realização do estudo, os dados foram coletados a partir de dois testes operacionais inéditos realizados em duas áreas de plantio de Eucalyptus spp. em Minas Gerais e no Estado de São Paulo.  Os resultados mostraram que o harvester 911.3 X3M é adequado a realizar a colheita em terrenos declivosos visto que não foi observada influência da declividade na produtividade. O forwarder mostrou-se eficaz dentro dos limites aceitáveis de produtividade e de custos para realizar a extração, entretanto o uso do GTA, aliado ao aumento da declividade contribuem para a diminuição da produtividade. Conclui-se que a aplicação destas máquinas na colheita em terrenos acidentados pode ser realizada com custos equivalentes a outras máquinas e com produtividade sem perdas significativas com o aumento da declividade.
 
Mas sobre esse e outros trabalhos na Biblioteca Digital Florestal ou pelo link:
http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/7164


Fonte: Josiane Almeida e Marina Lotti - BIC: Biblioteca Digital Florestal



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

23/08/2019 às 00:27

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


3095 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey