Facebook Twitter RSS

Avanço e Pesquisa

Versão para impressão
A-
A+


16/04/2014

Utilização da Acácia-negra na produção de biomassa e acúmulo de carbono

Dissertação apresentada à Universidade Federal do Paraná de autoria de Alexandre Behling, relata sobre a produção de biomassa e o acúmulo de carbono em povoamentos de Acácia Negra em função de variáveis bioclimáticas.

Foto Ilustrativa - Google
           A Acácia-negra (Acacia mearnsii De Wild) é uma das essências florestais de maior importância no Brasil. Ela pode crescer até seis metros e possui múltiplos propósitos, tais como restauração de ambientes degradados, fixação de nitrogênio, produção de tanino (para curtimento dos chamados couros vegetais) e de energia.
            Diante deste contexto, este estudo teve por objetivo avaliar o efeito de variáveis bioclimáticas na produção de biomassa e no acúmulo de carbono da referida espécie. O trabalho foi conduzido em povoamentos comerciais situados nas regiões agroecológicas que concentram os seus plantios no Rio Grande do Sul: Encosta do Sudeste e Serra do Sudeste. A produção de biomassa total e o acúmulo de carbono são correlacionados com as variáveis bioclimáticas: radiação fotossinteticamente ativa interceptada, soma térmica, precipitação acumulada, temperatura média mínima do ar, temperatura média do ar e umidade relativa do ar. 
            Foram avaliados plantios comerciais de acácia-negra situados nas regiões de maior concentração de plantios no estado do Rio Grande do Sul, nos municípios de Cristal e Piratini. Em cada município foram estudados povoamentos em uma sequência de idades após o plantio: um, três, cinco e sete anos, de forma a abranger toda a rotação praticada pelos silvicultores. Para as duas regiões os plantios foram estabelecidos, tanto em áreas novas (primeira rotação), como em áreas de reformas da plantação (segunda rotação).
            O modelo obtido, em que a produção de biomassa depende da quantidade de radiação interceptada e da sua eficiência de conversão em biomassa produzida, tem uma série de aplicações, que variam desde a simulação em locais em que ainda não foram realizados cultivos, estudos da produção em função da modificação do índice de área foliar e propriamente para povoamentos já estabelecidos. Em qualquer um dos casos, o modelo mostra-se uma importante ferramenta para a tomada de decisões, sendo útil para o planejamento das atividades silviculturais com a cultura da acácia negra.
 

Esse trabalho, bem como outros arquivos podem ser acessados no acervo da Biblioteca Digital Florestal através do link:

http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/799




Fonte: Josiane Almeida e Marina Lotti - BIC: Biblioteca Digital Florestal



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

12/12/2019 às 21:24

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


3535 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey