Facebook Twitter RSS

Avanço e Pesquisa

Versão para impressão
A-
A+


16/04/2014

Utilização da Acácia-negra na produção de biomassa e acúmulo de carbono

Dissertação apresentada à Universidade Federal do Paraná de autoria de Alexandre Behling, relata sobre a produção de biomassa e o acúmulo de carbono em povoamentos de Acácia Negra em função de variáveis bioclimáticas.

Foto Ilustrativa - Google
           A Acácia-negra (Acacia mearnsii De Wild) é uma das essências florestais de maior importância no Brasil. Ela pode crescer até seis metros e possui múltiplos propósitos, tais como restauração de ambientes degradados, fixação de nitrogênio, produção de tanino (para curtimento dos chamados couros vegetais) e de energia.
            Diante deste contexto, este estudo teve por objetivo avaliar o efeito de variáveis bioclimáticas na produção de biomassa e no acúmulo de carbono da referida espécie. O trabalho foi conduzido em povoamentos comerciais situados nas regiões agroecológicas que concentram os seus plantios no Rio Grande do Sul: Encosta do Sudeste e Serra do Sudeste. A produção de biomassa total e o acúmulo de carbono são correlacionados com as variáveis bioclimáticas: radiação fotossinteticamente ativa interceptada, soma térmica, precipitação acumulada, temperatura média mínima do ar, temperatura média do ar e umidade relativa do ar. 
            Foram avaliados plantios comerciais de acácia-negra situados nas regiões de maior concentração de plantios no estado do Rio Grande do Sul, nos municípios de Cristal e Piratini. Em cada município foram estudados povoamentos em uma sequência de idades após o plantio: um, três, cinco e sete anos, de forma a abranger toda a rotação praticada pelos silvicultores. Para as duas regiões os plantios foram estabelecidos, tanto em áreas novas (primeira rotação), como em áreas de reformas da plantação (segunda rotação).
            O modelo obtido, em que a produção de biomassa depende da quantidade de radiação interceptada e da sua eficiência de conversão em biomassa produzida, tem uma série de aplicações, que variam desde a simulação em locais em que ainda não foram realizados cultivos, estudos da produção em função da modificação do índice de área foliar e propriamente para povoamentos já estabelecidos. Em qualquer um dos casos, o modelo mostra-se uma importante ferramenta para a tomada de decisões, sendo útil para o planejamento das atividades silviculturais com a cultura da acácia negra.
 

Esse trabalho, bem como outros arquivos podem ser acessados no acervo da Biblioteca Digital Florestal através do link:

http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/799




Fonte: Josiane Almeida e Marina Lotti - BIC: Biblioteca Digital Florestal



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

21/08/2019 às 16:30

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


3415 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey