Facebook Twitter RSS

Avanço e Pesquisa

Versão para impressão
A-
A+


10/04/2014

Uso de fungicida no cultivo da pupunheira

Comunicado técnico da EMBRAPA Florestas de autoria de José Carlos Costa Júnior, Álvaro Figueredo dos Santos, Dauri José Tessmann e Wilson da Silva Moraes, relata sobre o Controle de Fusarium spp. em sementes de pupunheira (Bactris gasipaes Kunth var. gasipaes Henderson), Arecaceae.

A Pupunha é uma palmeira que pode chegar a 20 metros de altura, e ocorre em toda a Amazônia. Seu fruto pode ser utilizado de várias maneiras: cozido para consumo humano direto, farinha, ração animal, para óleo, além da produção de palmito e madeira.
            Devido ao seu crescente uso e sua expansão para diversas regiões brasileiras, a alta demanda por mudas tem favorecido a incidência de problemas bióticos, principalmente na fase de produção das mesmas. Um dos problemas encontrados é a  podridão da base do estipe (PBE), causada por espécies de fungos do gênero Fusarium, tornando um limitante para o cultivo da pupunheira.
             A fim de evitar a disseminação de patógenos é necessário a inspeção e o tratamento das sementes desse material propagativo, avaliando-se o efeito do tratamento químico de sementes de pupunheira para o controle de Fusarium spp. Neste trabalho foram testados três fungicidas (Captana, Clorotalonil + Tiofanato metílico e Tiofanato metílico) e uma solução de hipoclorito de sódio a 3%. Os experimentos foram realizados nos laboratórios de Sementes Florestais e Patologia Florestal da Embrapa Florestas, em Colombo, PR, em que as sementes receberam os tratamentos, procedendo-se a instalação do teste de sanidade.
            Os fungicidas clorotalonil + tiofanato metílico e tiofanato metílico são considerados eficientes no controle de Fusarium spp. em sementes de pupunheira. O uso desses fungicidas resultou em menores incidências do fungo alvo. O hipoclorito de sódio, apesar de ser utilizado rotineiramente para o tratamento de sementes de pupunheira, apresenta uma baixa eficiência no controle de fungos.
 
O documento completo pode ser acessado através do link:
http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/6027
 


Fonte: Marina Lotti e Josiane Almeida - BIC: Biblioteca Digital Florestal



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

24/08/2019 às 11:33

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2456 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey