Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


14/03/2014

Analista aponta efeitos de racionamento de energia sobre empresas florestais

Produção de energia excedente por empresas pode abrir oportunidades.

A possibilidade de racionamento de energia no País, ocasionado pelos baixos níveis dos reservatórios de água, preocupa o mercado. Entretanto, nem todas as empresas serão prejudicadas diante este cenário e algumas até seriam beneficiadas. É o caso da Fibria, Suzano e Klabin.

 

O motivo, segundo o analista do HSBC, Jonathan Brandt, é a produção de energia excedente por estas empresas, evitando uma redução nas atividades. Ele explica que a Fibria já produz energia excedente, enquanto a Suzano e a Klabin devem produzir nos próximos meses ou em médio prazo.

 

Brandt aponta também que um possível racionamento de energia resultaria em um efeito negativo no câmbio beneficiando diretamente as exportações da Fibria e da Suzano. Já a Klabin, além de ser favorecida pela lucratividade das exportações, teria pressões de custos em concorrentes não integrados e à provável melhoria no mix de exportação.

 

A Duratex, ao contrário das demais, poderia ser prejudicada em caso de racionamento de energia. “Embora a Duratex e o mercado de painéis de madeira em geral tenham demonstrado uma resiliência surpreendente em desacelerações, um possível racionamento de energia resultaria em um efeito negativo no câmbio afetando diretamente as exportações anteriores. A ação pode ser prejudicada pela percepção desfavorável, considerando não ser autossuficiente em energia”, conclui o analista.


Fonte: Sociedade de Investigações Florestais - SIF



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (1)


Sebastiao Valverde disse:

15/03/2014 às 08:30

Este analista do HSBC entende do setor florestal o que entendo de motor de avião.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1138 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey