Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


26/02/2014

Brasil exportou US$ 3,666 bilhões na terceira semana de fevereiro

Importações foram de US$ 4,312 bilhões no período

Brasil exportou US$ 3,666 bilhões na terceira semana de fevereiro

As exportações brasileiras, na terceira semana de fevereiro (17 a 23), com cinco dias úteis, foram de US$ 3,666 bilhões (média diária de US$ 733,2 milhões). O resultado está 1,6% superior à média de US$ 721,4 milhões, registrada até a segunda semana do mês. Houve incremento nas exportações de produtos manufaturados (9,5%), principalmente, de autopeças, automóveis de passageiros, suco de laranja congelado, motores para veículos e partes, açúcar refinado, e veículos de carga. Por outro lado, decresceram as vendas de semimanufaturados (-19,6%), por conta de celulose, ferro-ligas, couros e peles, ouro em forma semimanufaturada, ferro fundido e alumínio em bruto. Os produtos básicos também tiveram queda (-1,7%), em razão de minério de ferro, e carne bovina, de frango e suína.
 
As importações, no período, contabilizaram US$ 4,312 bilhões, com desempenho médio diário de US$ 862,4 milhões. Houve retração de 6,8% sobre a média verificada até a segunda semana (US$ 925,5 milhões), que se explica, principalmente, pela diminuição nos gastos com equipamentos mecânicos, veículos automóveis e partes, químicos orgânicos e inorgânicos, plásticos e obras, e siderúrgicos.
 
Na terceira semana de fevereiro, o saldo comercial ficou deficitário em US$ 646 milhões, com desempenho médio diário negativo de US$ 129,2 milhões, e a corrente de comércio somou US$ 7,978 bilhões, com resultado médio por dia útil de US$ 1,595 bilhão.
 
Mês 

Nos 15 dias úteis de fevereiro, as exportações foram de US$ 10,880 bilhões, com média diária de US$ 725,3 milhões. Pela média, houve redução de 16% em relação a fevereiro de 2013 (US$ 863,8 milhões). Houve queda nas três categorias de produtores. Nos básicos (-20,4%), houve retração, principalmente, em milho em grão, petróleo em bruto, farelo de soja, fumo em folhas, carne de frango e suína, e minério de ferro. Para os semimanufaturados (-16,8%), o declínio foi mais expressivo para ouro em forma semimanufaturada, celulose, semimanufaturados de ferro e aço, açúcar em bruto, e ferro fundido. Entre os manufaturados (-14,2%), houve recrudescimento, especialmente, nas vendas de açúcar refinado, automóveis de passageiros, óxidos e hidróxidos de alumínio, autopeças, veículos de carga, motores para veículos e partes, e pneumáticos.
 
Na comparação com o resultado diário do mês de janeiro passado (US$ 728,5 milhões), as exportações diminuíram 0,4%, com redução nas vendas de semimanufaturados (-13,9%) e básicos (-0,5%), enquanto cresceram as vendas de manufaturados (3,8%).
 
As aquisições no exterior, em fevereiro, estão em US$ 13,567 bilhões, com média diária de US$ 933,6 milhões. O resultado está 3,3% abaixo da média de fevereiro do ano passado (US$ 934,9 milhões), com baixa, principalmente, nos gastos com adubos e fertilizantes (-45,8%), equipamentos mecânicos (-11,8%), borracha e obras (-10,5%), veículos automóveis e partes (-9,8%), farmacêuticos (-6,7%), siderúrgicos (-6,1%), e químicos orgânicos e inorgânicos (-5,8%).
 
Sobre o resultado verificado em janeiro passado (US$ 934,9 milhões), houve queda de 0,9% nas importações, ocasionada por maior redução nas compras de adubos e fertilizantes (-25,4%), aparelhos eletroeletrônicos (-7,1%), borracha e obras (-6,2%), veículos automóveis e partes (-6,1%), plásticos e obras (-4,9%), químicos orgânicos e inorgânicos (-4,4%), e equipamentos mecânicos (-4,1%).
 
A balança registra déficit no mês de US$ 2,687 bilhões (média diária negativa de US$ 179,1 milhões). A corrente de comércio, no acumulado mensal, está em US$ 24,447 bilhões, com desempenho médio diário de US$ 1,629 bilhão.
 
Ano 

De janeiro à terceira semana de fevereiro deste ano (37 dias úteis), as vendas ao exterior somaram US$ 26,906 bilhões (média diária de US$ 727,2 milhões). Na comparação com a média diária do período correspondente de 2013 (US$ 755,5 milhões), as exportações decrescem 3,7%. As importações foram de US$ 33,651 bilhões, com média diária de US$ 909,5 milhões. O valor está 0,6% acima da média registrada no período equivalente de 2013 (US$ 903,9 milhões).
 
No acumulado do ano, há déficit na balança comercial de US$ 6,745 bilhões, com o resultado médio diário negativo de US$ 182,3 milhões. Nos dias correspondentes de 2013, houve déficit de US$ 4,602 bilhões, com média negativa de US$ 148,5 milhões. A corrente de comércio totaliza, em 2014, US$ 60,557 bilhões, com média diária de US$ 1,636 bilhão. O valor é 1,4% menor que a média aferida no período equivalente do ano passado (US$ 1,659 bilhão).


Fonte: Portal Moveleiro



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

07/12/2019 às 06:49

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1375 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey