Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


25/02/2014

Indústrias podem ter redução de ICMS (21)

Alguns setores da indústria mineira estão prestes a receber a concessão de um regime especial de tributação (RET), com redução de alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS). A medida está em processo de análise na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), a pedido do governador Antonio Anastasia.

Antônio Eduardo Baggio prevê competitividade para toda a cadeia produtiva com uma nova política de ICMS/Alisson J. Silva

O objetivo, segundo mensagem encaminhada pelo governo do Estado ao poder legislativo estadual, é fomentar e proteger alguns setores que estão com a competitividade comprometida em decorrência da política de isenção de impostos em outros estados.

Poderão ser beneficiadas as indústrias de produtos químicos e de fabricação de artefatos de borracha, cosméticos, produtos de perfumaria e de higiene pessoal, celulose, papel e produtos de papel, resinas termoplásticas, fabricação e montagem de bicicletas e triciclos não motorizados e motocicletas.

Segundo a Secretaria de Estado da Fazenda (SEF), o tratamento diferenciado para contribuintes se justifica nos casos em que há uma comprovação de concorrência desleal sofrida por empresas de outros estados. Na prática, os empresários de determinado segmento protocolizam o requerimento junto à SEF indicando a legislação tributária do outro Estado. Após a avaliação e satisfeitas as condições estabelecidas em legislação, o regime é submetido à análise do Legislativo.

Votação - Agora só falta a aprovação ou não da tributação diferenciada para esses segmentos, o que será avaliado pela Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária da Assembleia e depois submetido ao voto dos demais deputados em plenário.

Caso aprovado o regime especial de tributação, segmentos de peso em Minas Gerais serão beneficiados. O caso, por exemplo, das indústrias de artefatos de borracha, que fornecem para segmentos como o automotivo, naval e de extração de óleo e gás. Para o presidente do Sindicato das Indústrias de Artefatos de Borracha do Estado de Minas Gerais (Sinborminas), Roland Von Urban, uma redução de imposto poderia já trazer reflexos positivos neste ano.

Enquanto o segmento aguarda uma redução aproximada de 18% na produção neste ano, com a efetivação do regime diferenciado de tributação, poderá ter uma retração um pouco menor, de 12%. No exercício anterior, a queda foi de 38%. "Se formos contribuir com menos ICMS, com certeza no próximo ano fecharemos com resultados positivos", afirma.

Para o presidente do Sindicato das Indústrias de Celulose, Papel e Papelão no Estado de Minas Gerais (Sinpapel-MG), Antônio Eduardo Baggio, a medida também trará resultados positivos para os empresários do segmento. "Se for ocorrer uma desoneração mesmo, vai beneficiar toda a cadeia produtiva. Estamos clamando por isso há muito tempo porque as empresas estão sacrificadas com a política de ICMS porque ficam com a competitividade comprometida", argumenta Baggio. No exercício anterior, o segmento conseguiu uma alta de apenas 1,8% na produção. Com um regime de tributação diferenciado, a tendência é que o crescimento seja maior a partir do próximo ano.


Fonte: jornal Diário do Comércio



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

25/06/2019 às 01:45

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1811 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey