Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


12/06/2009

País Rico Deve Cortar CO2 em 40% Até 2020

Enquanto o mundo patina na tentativa de fechar o novo acordo do clima, ONGs mostram um caminho possível para evitar uma mudança climática catastrófica: os países industrializados precisam reduzir suas emissões de gases de efeito estufa em 40% até 2020 - em relação às emissões de 1990.

Enquanto o mundo patina na tentativa de fechar o novo acordo do clima, ONGs mostram um caminho possível para evitar uma mudança climática catastrófica: os países industrializados precisam reduzir suas emissões de gases de efeito estufa em 40% até 2020 - em relação às emissões de 1990.

Esses gases, entre eles o CO2, provocam a mudança climática. Para impedir que ocorra um aumento de mais de 2ºC na temperatura até o final deste século, limite considerado seguro, o corte de emissões deve ser de 95% até 2050.

Os números integram a proposta de acordo do clima feita pelo Greenpeace, WWF, IndyACT (liga independente dos ativistas), Germanwatch, Fundação David Suzuki, Centro de Ecologia Nacional da Ucrânia e especialistas. A sugestão foi divulgada em Bonn (Alemanha), local de um evento preparatório para a Conferência do Clima de Copenhague.

As emissões de desmatamento, diz a proposta, precisam ser reduzidas em pelo menos 75% em todo o mundo até 2020, em relação aos níveis de 1990. Para as ONGs, é fundamental que o tema entre no acordo, já que o desflorestamento corresponde a cerca de 20% das emissões globais.

Segundo o documento, as emissões no mundo não podem continuar subindo depois de 2017, ano em que devem atingir o pico. Os países em desenvolvimento podem adotar metas voluntárias e reduzirem suas taxas em 51% até 2050.

Os autores ressaltam que a proposta "é um trabalho em andamento". Porém, para Marcelo Furtado, diretor-executivo do Greenpeace Brasil, a iniciativa é importante para que a sociedade tenha com que comparar as propostas que forem apresentadas. "Ainda não há nada na mesa. Isso deveria ser a base da negociação. É um documento justo, realista, que atende a necessidade que a ciência está nos colocando”.

Pesquisas científicas recentes indicam que, se as emissões forem 25% acima dos níveis de 2000 em 2020, a chance de exceder em 2C a temperatura será maior do que 50%.

Segundo Karen Suassuna, do WWF, os países desenvolvidos teriam, pela proposta, duas obrigações: além de reduzir suas emissões, precisam financiar o corte de emissões e a adaptação à mudança no clima nos países mais pobres.

Para isso, o documento aponta que os países ricos -que ao longo da história contribuíram mais para a mudança climática-- precisam angariar US$ 160 bilhões ao ano, no período entre 2013 e 2017.

Carlos Scaramuzza, do WWF, espera que o documento seja uma referência ao debate. Mas é provável que a proposta influencie pouco as negociações do clima. Até agora, o presidente dos EUA, Barack Obama, disse querer reduzir as emissões do país aos níveis de 1990 até 2020, e em 80% até 2050. Já a União Europeia disse que irá cortar 20% até 2020 (dependendo do compromisso dos outros países, pode chegar a 30%) e 80% até 2050.


Fonte: Folha Online



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

20/09/2020 às 21:06

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1723 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey