Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


20/06/2013

Bracelpa e Abraf se unem para criar associação florestal mais forte

Nova entidade vai representar praticamente 100% das empresas que plantam e consomem florestas plantadas no Brasil

O presidente da Veracel Antonio Sergio Alipio anunciou a coesão entre as entidades. (Foto: Painel Florestal)

Nos bastidores já era dada como certa a criação de uma nova entidade florestal nascida da união da Associação Brasileira de Produtores de Florestas Plantadas (Abraf) e da Associação Brasileira de Celulose e Papel (Bracelpa).

Mas foi somente nesta terça-feira, 18, durante o lançamento do anuário estatístico da Abraf, que a informação foi oficializada quando o presidente da Abraf, Antonio Sérgio Alipio, anunciou a criação de uma associação de produtores e consumidores de florestas plantadas a partir da união com a Bracelpa e também com a Associação Brasileira da Indústria de Painéis de Madeira (Abipa).

Ainda sem nome, a nova entidade - que deve se formar ao longo dos próximos seis meses - busca união de um setor historicamente fragilizado em relação à sua representatividade institucional e política.

"A nova associação vai representar praticamente a totalidade da área plantada no país e estará pronta para enfrentar os desafios enxergando também as boas oportunidades", ressaltou Alípio.

                                     José Luciano Penido
 

O presidente do Conselho de Administração da Bracelpa, José Luciano Penido, como um dos maiores defensores da coesão, agradeceu o empenho de todos que participaram do estudo.

"Tenho convicção que o setor florestal, a partir de agora, terá um futuro brilhante", reforçou.

Começa agora os trâmites para a criação da nova entidade como a definição de um novo estatuto, por exemplo. A nova associação terá vice-presidentes para representar todos os segmentos econômicos da cadeia produtiva de floresta plantada.

O diretor executivo da Gerdau Florestal Mario Sant'anna está otimista com a novidade. "Acreditamos que teremos mais força e todos os setores, incluindo o siderúrgico, serão melhor representados", comentou.


Salo Seibel, da Abipa, também reforçou a coesão entre as associações.

Representando a Abipa, Salo Seibel, acredita que a união das entidades deveria ter acontecido antes. Para ele, no entanto, a grande missão da nova associação será desmistificar o setor. "A juventude, infelizmente, não consegue entender ainda os inúmeros benefícios das florestas plantadas", ressaltou.

Salo comentou também que o Brasil está perdendo competitividade e que a atuação diante de problemas que refletem na produtividade florestal também deverá ser prioridade.

"Nós vamos fazer uma associação de muito significado econômico para o país e, sinceramente, espero que ela tenha toda a grandeza do nosso setor", finalizou Salo.

Sobre a Abraf

A ABRAF foi fundada em 2 de dezembro de 2003, destinada a congregar e representar as empresas com atividades de na cadeia de base florestal plantada, dos setores de painéis de madeira industrializada, siderúrgicas a carvão vegetal, celulose e papel, produtos de madeira sólida, tendo também como associadas as entidades estaduais representativas do setor e uma associada contribuinte.

Sobre a Bracelpa

A Associação Brasileira de Celulose e Papel (Bracelpa) é a entidade responsável pela representação institucional da indústria brasileira de celulose e papel junto a seus principais públicos de interesse.

Busca manter relacionamento com autoridades e órgãos governamentais, entidades congêneres, representantes de outros setores da economia, organizações não-governamentais, universidades, escolas, consumidores e Imprensa – tanto no País como no exterior.

Atua em áreas que envolvem negociações setoriais, políticas econômicas e industriais, temas ambientais, mudanças climáticas, reciclagem, entre outros temas.

Sobre a Abipa

Há 46 anos no mercado, a Abipa - Associação Brasileira da Indústria de Painéis de Madeira reúne as maiores e mais importantes empresas fabricantes de painéis de madeira industrializada do Brasil.

Berneck, Duratex, Eucatex, Fibraplac, Floraplac, Guararapes, Masisa e Sudati estão entre as empresas que juntas geram 30 mil postos de trabalho (diretos e indiretos), desenvolvendo produtos para os segmentos da indústria moveleira, construção civil, embalagens, automobilístico e de artefatos de madeira.



Fonte: Painel Florestal



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (2)


Floriano Barbosa Isolan disse:

28/06/2013 às 11:10

Finalmente o bom senso começa a aparecer. Somente com uma única entidade forte e representativa a cadeia produtiva da floresta plantada passa a ter representatividade . Deverá ditar a estratégia para o setor no país.
Parabéns as lideranças da ABRAF, BRACELPA e ABIPA. As demais entidades do setor serão as operacionalizadoras.

É o que chamo de agenda positiva. Através da biomassa originaria de florestas plantadas que chegaremos a ser um pais desenvolvido ao nível da Finlândia. Basta chegarmos a 20 milhões de hectares de florestas plantadas. Caminhamos para isso. Floriano Isolan. Eng. Agrônomo e Silvicultor

José Geraldo Rvelli Magalhães disse:

26/06/2013 às 08:14

Durante toda a minha vida profissional defendi esta ideia. Espero que outras entidades que, também, representam outros segmentos do setor florestal sejam agregadas. Também espero que entidades, como a SBS - Sociedade Brasileira de Silvicultura, cuja história de lutas e conquistas para o Setor Florestal, seja incorporada à nova entidade. Sua história não pode ir para lixo.
Que a nova entidade consiga colocar o Setor Florestal, DENTRO DA AGENDA DO GOVERNO alocado no MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMERCIO.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


4697 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey