Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


19/04/2013

Portas de madeira serão certificadas ainda no primeiro semestre de 2013

Principais fabricantes brasileiros já participam de Programa da Abimci

Foto: Google
A partir de junho, o mercado poderá contar com as primeiras portas de madeiras certificadas do Brasil. Essa é a previsão do diretor de relações com o mercado da Associação Brasileira da Indústria de Madeira Processada Mecanicamente (Abimci), Caetano Balvedi Neto.
O assunto foi discutido no dia 21 de março, em reunião entre os associados da Abimci. No encontro, foram apresentados os avanços e o plano de mercado do Programa Setorial da Qualidade para Portas Internas de Madeira (PSQ/PIM) da Associação.
Até o momento, 14 das principais indústrias brasileiras de portas de madeira, que representam 70% do mercado, já aderiram ao programa. O PSQ/PIM tem como objetivo certificar as portas de madeira de acordo com as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), em vigor desde dezembro de 2011.
Durante o encontro dos empresários, em Curitiba (PR), foi apresentado também o regulamento com os procedimentos necessários para a certificação pelo programa. Segundo Balvedi Neto, o selo trará muitas vantagens para o mercado e para as empresas. “Com ele, além de o mercado reconhecer que o produto atende às normas técnicas, os fabricantes poderão implantar melhorias nos seus processos industriais”, avalia.
Entre as várias vantagens do PSQ/PIM apresentadas na reunião está a rastreabilidade do produto. Esse ponto tem como objetivo rastrear e identificar as causas de possíveis falhas em portas de madeira. “Se algo der errado no produto isso deve ser identificado, descartando se o problema foi com o fabricante ou com o insumo usado no produto, por exemplo”, explicação gerente técnico do Programa, Roberto Pimentel Lopes. Ele afirma também que a certificação gera uma melhora contínua na gestão da qualidade das empresas e possibilita acesso a novos mercados, maior competitividade e valorização da marca. “E, no fim, garante a isonomia competitiva do setor”, completou. Entre os parceiros do programa está a ABNT, que será a certificadora e o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) de São Paulo, responsável por parte dos testes realizados com as amostras.
Ainda de acordo com Pimentel, diversas ações de comunicação pretendem fortalecer o posicionamento do PSQ/PIM perante o mercado. “A certificação é uma acreditação. Então temos que mostrar o posicionamento do nosso produto, as vantagens de participar do programa e também os malefícios de se estar fora dele”, explica.


Fonte: ABIMCI



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

19/10/2019 às 23:17

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


3031 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey