Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


27/05/2009

Estado e Tendências do Mercado de Carbono em 2009

Apesar a crise financeira global, o mercado de carbono dobrou em 2008 para um valor estimado em mais de US$ 126 bilhões, de acordo com o relatório mais recente do Banco Mundial, State and Trends of the Carbon Market Report 2009, apresentado durante a feira Carbon Expo em Barcelona.

Apesar a crise financeira global, o mercado de carbono dobrou em 2008 para um valor estimado em mais de US$ 126 bilhões, de acordo com o relatório mais recente do Banco Mundial, State and Trends of the Carbon Market Report 2009, apresentado durante a feira Carbon Expo em Barcelona.
 
O relatório é baseado em informações sobre as transações das permissões de emissão da União Européia (EUAs - European Union Allowances) sob o esquema de comércio de emissões (ETS), nas negociações sob os mecanismos de flexibilidade do Protocolo de Quioto, o Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL) e Implementação Conjunta (IC), assim como as informações do mercado voluntário.
 

Mecanismo de Desenvolvimento Limpo
 
Quanto ao MDL, o valor das transações caiu para US$ 6,5 bilhões, ou 12% em 2008, com um preço médio de US$ 16,8.
 
Recentemente a UE aprovou um pacote com compromissos pós 2012 para reduzir emissões em 20% até 2020, com a promessa de cortar ainda mais se outros países participarem de um novo acordo global que será negociado em Copenhague. Os Estados Unidos também estão considerando uma política climática abrangente. Estas duas propostas juntas apresentarão uma oportunidade para ampliar a oferta de carbono nos países em desenvolvimento.
 
“Esta é uma oportunidade de ouro que desafia a comunidade internacional a desenvolver uma nova maneira de pensar em como ampliar a mitigação climática para promover o desenvolvimento sustentável”, disse o co-autor do relatório Karan Capoor. Ele estava se referindo a provável demanda de 560 milhões de toneladas de CO2e (dióxido de carbono equivalente) por ano entre 2012-20 em comparação com as cerca de 80 milhões de toneladas que foram registradas pelo MDL durante o melhor ano até agora.
 
Atualmente, o Comitê Executivo do MDL está trabalhando na melhoria da eficiência do processo de aprovação dos projetos. “Agora é a hora de criar um quadro regulatório transparente e que funcione bem, começando com a otimização e simplificação das regras que governam o conceito de adicionalidade”, explicou o co-autor do relatório Philippe Ambrosi do Banco Mundial. Ambrosi se referia a um conceito fundamental na determinação da elegibilidade de um projeto para receber créditos sob o esquema da ONU.

Pesquisas cientificas recentes do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC) pedem que os países industrializados reduzam coletivamente as emissões entre 25-40% abaixo dos níveis de 1990 até 2020. Se os mercados de carbono responderem as recomendações da comunidade cientifica, um mercado de carbono da ordem de US$ 150 bilhões ao ano pode ser previsto para as Reduções Certificadas de Emissão (RCEs, as unidades negociadas sob o MDL).


Fonte: Carbono Brasil. Por Fernanda B. Muller



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

25/03/2019 às 12:33

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2138 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE   |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey