Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


04/03/2013

Mulheres do MST ocupam três fazendas de eucalipto da Veracel e Suzano

1.200 mulheres participam da invasão em Itabela e outras 200 nas duas áreas de Teixeira de Freitas.

O núcleo baiano do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) começou a "Jornada Nacional de Luta das Mulheres da Via Campesina" ocupando nessa segunda-feira (04-03-13), três fazendas de eucalipto no extremo-sul do Estado: uma da Veracel Celulose, no município de Itabela e duas da Suzano Celulose, no município de Teixeira de Freitas. Conforme os organizadores da ação, 1.200 mulheres participam da invasão em Itabela e outras 200 nas duas áreas de Teixeira de Freitas.

O alvo do MST tem sido as empresas de celulose a quem acusam de promover "intensa destruição da biodiversidade" na Bahia, causando "degradação e contaminação dos recursos naturais, hídricos e dos solos". Como compensação, a organização reivindica que os grupos doem faixas de terra para a reforma agrária. Conforme Márcio Matos, um dos coordenadores estaduais do MST, a empresa Fíbria foi a única do ramo de celulose que já fechou um acordo com os camponeses.

"A Fibria já disponibilizou uma área de 12 mil hectares para o Incra implantar um assentamento para mil famílias. A área está situada entre os municípios de Teixeira de Freitas, Prado e Alcobaça", disse, informando que embora haja negociações abertas com a Vereacel e a Suzano, ainda não se fechou acordo. "As ocupações são para pressionar as empresas a bater o martelo", completou.

De acordo com o MST, nos últimos quatro anos, 22 propriedades onde há plantação de eucalipto para a indústria de celulose foram ocupadas na Bahia e esse número pode chegar esse mês a trinta "se as empresas não sinalizarem um processo de negociação com êxito" disse Eliane Oliveira, líder do MST que participou das invasões desta segunda. Ela criticou o que chamou de "imagem de desenvolvimento no campo", que, supostamente essas empresas "venderiam", acusando-as de ocultar "a problemática causada e sugando do estado recursos públicos de investimentos para exportar a celulose derivada de seus extensos plantios de eucalipto".

As empresas não informaram se vão pedir a reintegração de posse das áreas.


Fonte: Painel Florestal - A Tarde



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (1)


Floriano Isolan Eng.Agronomo disse:

31/03/2013 às 21:52

Caros
É muita apatia do Governo brasileiro tolerar essa sem-vergonhice. Produzir automóveis pode ?
Produzir sapatos, carvão, tecidos, grãos, pode ? Produzir papel e celulose não pode ! Ora, todas são empresas registradas, pagam seus impostos e salários, preservam o ambiente gastando fortundas em manutenção de Areas de Preservação Permanente (coisa que o MST nun ca fez. Muito pelo contrario: onde há acampamentos ou assentamentos ha destruição total tanto da fauna quanto da flora... Fora a brutal questão da falta de investimentos sérios em estradas e portos, as empresas ainda tem de suportar o vexame dessas invasões ilegais. Pobre Brasil, Até quando ?
Falta pulso das autoridades públicas em todos os níveis. Existe tb. impunidade e medo das autoridades judiciarias na aplicação da lei.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1624 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey