Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 16

Warning: max() [function.max]: Array must contain at least one element in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 53

Warning: min() [function.min]: Array must contain at least one element in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 55
CIFlorestas>>Notícia>>Amata vai plantar 14 mil hectares de eucalipto em Mato Grosso do Sul

Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


27/02/2013

Amata vai plantar 14 mil hectares de eucalipto em Mato Grosso do Sul

O plantio será na região do Alto Sucuriú, para garantir mais matéria prima visando ao aumento na produção de celulose.

Secretário de Desenvolvimento Econômico, Marco Garcia, junto ao Secretário de Meio Ambiente, Milton Gomes Silveira participam do plantio d inauguração

O Secretário de Desenvolvimento Econômico, Marco Garcia, junto ao Secretário de Meio Ambiente, Milton Gomes Silveira, participaram do plantio inaugural das operações da empresa Amata. O evento foi realizado em janeiro, na FazendaEmbay, próximo ao Rio Sucuriú, que fica há pouco mais de 100 km do Centro de Três Lagoas.

A Amata fará o plantio de 14 mil hectares de eucalipto na região do Alto Sucuriú, no município de Três Lagoas. Com essa operação, a empresa amplia seu portfólio de produtos e consolida a base do seu modelo de negócio, atuando em todos os tipos de florestas por meio do manejo de baixo impacto, plantio de nativas e agora também de exóticas.

“Alinhado com a estratégia original da empresa, o plantio de eucalipto tem imensa importância no contínuo florestal. Trata-se de uma fonte fundamental de fibras para suprir a crescente demanda por madeira nos mercados nacional e internacional. Demanda que não será suprida pelas madeiras tropicais e nem deveria ser. Essas têm aplicações específicas, diferentes das que o eucalipto oferece”, diz Roberto Waack, presidente da empresa.

Durante a fase 1, que será realizada até 2014, serão plantados aproximadamente 14 mil hectares de eucalipto, que farão a recomposição de áreas devastadas por 50 anos de ocupação e desmatamento.

“Trata-se do maior investimento da Amata dentro de seu plano de negócios com o gênero eucalipto. Trabalharemos para superar os padrões de florestas existentes na região. Para isso utilizaremos as melhores tecnologias disponíveis no mercado”, diz Gilmar Bertoloti, da área de operações da Amata.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico do Município, este é mais um projeto de consolidação do setor de florestas plantadas de Três Lagoas. Já o secretário de Meio Ambiente destacou o cuidado que a atual Administração Municipal tem em atrair empresas que geram emprego e renda, mas sem deixar de lado a preocupação ambiental: “Estamos sempre presentes acompanhando todos os processos das empresas aqui instaladas”, disse.

Para a empresa, a palavra-chave dessa nova frente de trabalho é o contínuo florestal. Afinal, com o plantio de espécies exóticas, a Amata consolida seu modelo de negócio baseado na atuação em todos os tipos de florestas: nativas, nativas plantadas e exóticas. Tudo isso incluindo desde a preservação de Áreas de Preservação Permanente (APP) até o manejo de Reservas Legais (RL).

Futuramente, a intenção é que seja feito o uso múltiplo da madeira. A produção será voltada para o mercado de madeira sólida, que inclui a construção civil e a indústria moveleira. Apenas parte da colheita será oferecida para produção de energia e celulose.

Quem é a Amata?

A Amata é uma empresa florestal brasileira, de capital fechado, criada em 2005 com base em um conceito diferenciado de atuação em seu setor e que contempla um modelo de gestão sustentável.

Seu principal produto é a madeira certificada, colhida de florestas plantadas – nativas e exóticas – e de áreas nativas, por meio do manejo de baixo impacto, sendo a única companhia no Brasil a atuar nessas três frentes. Para qualificar sua atuação, busca certificações que atestem as mais corretas práticas de mercado, entre elas a comercialização apenas de madeira de origem garantida e rastreada, o que proporciona a manutenção da biodiversidade e do equilíbrio florestal – condição essencial para a geração de valor e a continuidade da própria atividade em médio e longo prazo.

A produção madeireira da empresa é destinada aos mercados nacional e internacional de madeira sólida (móveis, pisos e construção civil), fibras (celulose e papel) e energia.


Fonte: Painel Florestal - Assessoria



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

17/11/2018 às 12:03

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1207 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey