Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 16

Warning: max() [function.max]: Array must contain at least one element in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 53

Warning: min() [function.min]: Array must contain at least one element in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 55
CIFlorestas>>Notícia>>Depois de nove meses de ascensão mercadológica, carvão vegetal vive momento tenso em MS

Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


06/11/2012

Depois de nove meses de ascensão mercadológica, carvão vegetal vive momento tenso em MS

O ano dos produtores de carvão vegetal começou bem, mas este último trimestre tem sido de manutenção dos níveis de produção alcançados no primeiro semestre.

Marcos Brito, presidente SindiCarv. Foto: Wille Zampieri/Painel Florestal

O ano começou com a perspectiva de que haveria um grande crescimento no setor com a retomada da produção e com incentivo aos produtores.

Tudo isso se consolidou, mas o sinal de alerta foi dado neste último trimestre do ano pelo Sindicato das Indústrias e dos Produtores de Carvão Vegetal do Mato Grosso do Sul (Sindicarv).

Motivo: o desaquecimento do consumo e duas quedas no preço do ferro gusa no terceiro trimestre fizeram com que o metro cúbico de carvão declinasse no mesmo patamar. Isso porque o valor do carvão vegetal é indexado ao preço do ferro gusa.

“Esperamos que a recuperação da demanda aconteça a partir de março de 2013”, avalia Marcos Brito, presidente do Sindicarv.

Segundo Brito, estas oscilações de mercado são consideradas normais, principalmente neste período, porém, o mais importante é que o setor continue a se recuperar da crise desencadeada em 2008.

“Temos que continuar unidos e fortalecidos. No entanto, não devemos esquecer que o começo do ano foi melhor do que a situação atual, justamente quando o setor vinha se recuperando bem. No momento é preciso muita cautela para não deixar o mercado desandar, produzindo além do necessário, gerando déficit ao produtor. Se percebermos esta necessidade, melhor será estabelecer um ritmo mais lento à produção, até para tirar um pouco a pressão de cima do guseiro que não tem culpa pela incerteza do mercado no momento”, detalha Marcos Brito.

 

A preocupação do Sindicarv não está relacionada só à produção, mas à manutenção de empregos com qualidade, segurança e estabilidade para o setor – fatores fundamentais para a sustentabilidade e equilíbrio a toda a cadeia produtiva, que é composta por madeira, carvão vegetal, ferro e aço.

"São setores interdependentes, ligados e comprometidos um com o outro", ressalta o presidente da entidade.

De acordo com Marcos Brito, o consumo de aço no país e no exterior se mantiveram em níveis muito abaixo do esperado.

As siderúrgicas de Mato Grosso do Sul continuam comprando e consumindo toda a produção e, devido ao comprometimento e respeito com o produtor, já se cogita uma diminuição na produção e manutenção integral do consumo do carvão de terceiros, caso seja necessário diminuir o consumo e, consequentemente, a produção de ferro gusa.

Para parte dos empresários do setor, o sinal de alerta acendeu porque, além da redução no preço do produto, os pagamentos feitos aos produtores de carvão vegetal deixaram de ser à vista para serem semanais.

“Este fim de ano tem sido de reflexão para toda a classe produtora. As empresas estão se planejando e para alguns, mais otimistas, a partir de março de 2013 os mercados do carvão vegetal e ferro gusa retomarão o crescimento acelerado devido às obras do Governo Federal para a Copa do Mundo. Historicamente, todo fim de ano as indústrias de aço diminuem a compra de ferro e passam a consumir seus estoques”, finaliza Marcos Brito.



Fonte: Elias Luz/Painel Florestal



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (2)


Hugo Cesar Furlan disse:

16/11/2012 às 17:22

Boa tarde gostaria de receber se possivel a cotação atualizada do carvão vegetal e do eucalipto para lenha ou carvão, por ton .Obrigado

Eduardo Molina disse:

10/11/2012 às 11:23


Sou produtor em MG e acho que é hora de muita cautela. Não podemos acreditar em sonhos como de que a Copa do Mundo terá efeitos significativos no mercado. As obras previstas tem consumo insignificante de aço comparado com o total do mercado. O que pode mudar é a recuperação dos EUA e da Europa, que deve demorar alguns anos, ou o desenvolvimento de um mercado de energia (termelétricas) a partir da lenha de eucalipto, que consuma o excesso de produção que virá pois plantou-se muito eucalipto nesses últimos anos acreditando-se em um falso apagão florestal.

Busquem os textos do Professos Sebastião Valverde no site e verão uma análise isenta do momento atual.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1507 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey