Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


18/09/2012

Desgalhador: mais segurança e produtividade

Foto: Divulgação

Atualmente, a Colheita Florestal pode ser considerada uma operação com alto nível tecnológico e de mecanização. Nas empresas florestais que optam pelo módulo de colheita Feller Buncher > Skidder > Garra Traçadora - surge a necessidade de desgalhar as árvores para a retirar folhas e galhos. Esta condição é fundamental para que a madeira siga para a unidade de processamento e dê origem a um produto com maior qualidade. Na maioria das empresas florestais, essa operação de desgalha é realizada com foices, motosserras, motopodas, entre outras - o que torna a operação semimecanizada, porém ainda com alto risco de incidentes.

Assim, na busca constante por inovação e maior eficiência, sem esquecer a segurança de seus empregados, a Aperam Bioenergia desenvolveu mais um equipamento revolucionário para auxiliar suas atividades: o Desgalhador Florestal – equipamento que traz para a operação de desgalha o nível de saúde e segurança desejado, além de rendimento operacional, otimização do equipamento, melhor distribuição de resíduos no solo, maior aproveitamento da madeira e 100% de mecanização na Colheita Florestal.

Essa demanda surgiu a partir de um pedido da Diretoria da empresa a seus gerentes: um equipamento que substituísse a motosserra na operação da desgalha. A solicitação foi feita com o intuito de reduzir o risco de acidentes durante a atividade, além de estar alinhada com as políticas de sustentabilidade da Aperam Bioenergia, que tem a saúde e segurança como um valor.

 

A partir daí, a Gerência de desenvolvimento – setor no qual a ideia nasceu – passou a trabalhar na criação do primeiro protótipo. Para isso, foi feita a montagem de um equipamento

semelhante a uma grade aradora, com discos planos recortados e afiados para corte.

O desgalhador é confeccionado em chapas de aço SAE 1045 e acoplado no skidder CAT 545 e JOHN DEERE 848, ou a qualquer outro modelo. Após a acoplagem, o desgalhador está pronto para trabalhar. Seu funcionamento é relativamente simples: após o feller buncher deixar as árvores amontoadas em feixes, o skidder passa sobre estes feixes e executa a desgalha, passando o desgalhador duas ou mais vezes sobre a copa das árvores, até deixar o varão sem galhos. A produtividade do Desgalhador Florestal dependerá de vários fatores como:

produtividade do talhão, material genético, espaçamento e a declividade do talhão. Esse ganho de produtividade, aliado ao aumento da segurança dos operadores foram marcantes e, consequentemente, muito bem recebidos por todos na empresa.

 

O Assessor de Desenvolvimento, José Ferreira da Costa Filho, resumiu muito bem o sentimento de todos: “a ideia da área de desenvolvimento da Aperam foi brilhante, pois este equipamento revolucionará a atividade de desgalha de árvores na colheita florestal no Brasil. No desgalhador o operador trabalha protegido e confortável na cabine do skidder, que conta inclusive com ar condicionado”. As grandes empresas do setor florestal buscam constantemente a excelência operacional em seus processos e as inovações tecnológicas são parte fundamental nesta busca. E foi com este foco que a Aperam Bioenergia concretizou mais um desenvolvimento que trará ganhos substanciais e sustentáveis na operação de Colheita Florestal no Brasil.


Fonte: arcelormittalbioenergia.com.br



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (2)


Alexsandro de Oliveira da Silva disse:

13/07/2013 às 22:00

Boa noite!
Trabalho na Suzano Papel e Celulose e estamos realizando a mesma atividade porém no modelo manual. Estamos interessados em conhecer este processo de desgalhamento mecanizado. Este modelo se aplica para árvores verdes?
Preciso de maiores informações sobre o investimentos e a eficácia do processo.
Gostaria de visitar esta empresa. É possível?
73-9961-5617

Carlos Viana disse:

24/09/2012 às 17:16

Se alguem souber de alguma vaga de operador de garra traçadora ou grua florestal meu email: carlosviana84@outlook.com

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2876 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey