Facebook Twitter RSS

Avanço e Pesquisa

Versão para impressão
A-
A+


27/04/2009

Embrapa Quer Produzir Biocombustíveis De Biomassa

As tecnologias desenvolvidas por órgãos de pesquisas brasileiros continuam a despertar interesse mundo afora. De 28 a 30 de abril, em Cali, na Colômbia, cientistas das Américas e de outras regiões do planeta vão conhecer os avanços das pesquisas brasileiras nesse setor durante o IV Seminário Latino-americano e do Caribe de Biocombustiveis. O encontro reúne técnicos de organismos governamentais da América Latina e do Caribe, representantes de empresas públicas e privadas relacionadas com o tema energia, agricultura e meio ambiente e cientistas de institutos de pesquisa e universidades.

 As tecnologias desenvolvidas por órgãos de pesquisas brasileiros continuam a despertar interesse mundo afora. De 28 a 30 de abril, em Cali, na Colômbia, cientistas das Américas e de outras regiões do planeta vão conhecer os avanços das pesquisas brasileiras nesse setor durante o IV Seminário Latino-americano e do Caribe de Biocombustiveis. O encontro reúne técnicos de organismos governamentais da América Latina e do Caribe, representantes de empresas públicas e privadas relacionadas com o tema energia, agricultura e meio ambiente e cientistas de institutos de pesquisa e universidades. A delegação do Brasil é formada por representantes dos ministérios de Minas e Energia e de Ciência e Tecnologia, Embrapa, Petrobrás, Universidade Federal Fluminense e o Centro de Tecnologia do Bioetanol.

A Embrapa vai expor no seminário sobre as tecnologias de segunda e terceira geração para produção de etanol e biodiesel. São tecnologias avançadas na produção de etanol e biodiesel. Elas incluem, por exemplo, as rotas termoquímica e bioquímica para a produção desses combustíveis a partir de lignocelulose. Para a pesquisadora Cristina Machado, da Embrapa Agroenergia,  o evento é uma oportunidade para o Brasil mostrar o que tem de melhor nessa área.

Biocombustíveis de biomassa

“Os biocombustíveis elaborados de biomassa lignocelulósica geram baixas emissões de gases de efeito estufa, reduzindo impactos ambientais”, explica Cristina Machado.  A produção de etanol a partir de biomassa lignocelulósica é estratégica para o Brasil e está expressa no Plano Nacional de Agroenergia 2006-2011. O uso desta biomassa diminuirá consideravelmente a competição pelo uso da terra para produção de alimentos, ao mesmo tempo em que constitui matéria-prima mais barata que aquelas empregadas para este propósito.

A pesquisadora também apresentará os trabalhos desenvolvidos pela Empresa em relação a energias renováveis a partir da biomassa. A Empresa desenvolve projetos em grandes redes para garantir a viabilidade de soluções tecnológicas inovadoras para o desenvolvimento sustentável e equitativo da agroenergia do Brasil. Com a criação da Embrapa Agroenergia, em 2006, por diretriz do Plano Nacional de Agroenergia, houve um incremento das pesquisas com este tema.

Brasil, El Salvador e República Dominicana já sediaram o Seminário Latinoamericano e do Caribe de Biocombustiveis. A primeira edição aconteceu no Brasil. O seminário tem por objetivo dar conhecimento às novas tecnologias comprovadas para produção de biocombustíveis e os avanços em projetos que utilizam a biomassa alternativa.


Fonte: Carbono Brasil



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (1)


di disse:

03/06/2011 às 10:19

e muito imteresante para o brasil

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


5100 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey