Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


06/03/2012

Agricultores do Tocantins serão beneficiados com incentivo à cultura de seringueira

Capacitação será realizada pela Seagro, em parceria com o Ruraltins, Basa e Embrapa

Extensionistas rurais do Ruraltins – Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins, técnicos do Banco da Amazônia e de empresas prestadoras de serviços de assistência técnica, reúnem-se de 19 a 23 de março para um curso de capacitação voltado para a cultura da seringueira. O cronograma foi definido, na quinta-feira, 1º, durante reunião na Superintendência do Banco da Amazônia, em Palmas.

O curso faz parte de um projeto de incentivo ao cultivo da seringueira e tem como objetivo consolidar todas as informações referentes à produção e ainda trabalhar a elaboração de projetos. A capacitação será realizada pela Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Agrário em parceria com o Ruraltins, Banco da Amazônia e Embrapa.

De acordo com o Presidente do Ruraltins, Olimpio Mascarenhas, além de capacitar os técnicos, a iniciativa pretende incentivar os agricultores familiares a trabalhar na atividade, promover a geração de renda e fixar o homem no campo. “Depois da capacitação os técnicos vão fazer um diagnóstico nas cidades de Divinópolis, Marianópolis, Pium e Barrolândia, para identificar quais são as propriedades com potencial para o cultivo da seringueira. A meta é beneficiar agricultores em todo Estado, mas nesse primeiro momento serão beneficiados 150 produtores da região central”, disse.

O Superintendente do Banco da Amazônia, Donizete Borges de Campo, acredita que o plantio da seringueira é uma excelente opção para os agricultores familiares. “O Banco é um dos grandes apoiadores do Governo do Estado no incentivo à atividade. Por meio de recursos do Pronaf – Programa Nacional da Agricultura Familiar vamos liberar linhas de crédito especificas para os produtores interessados nessa cultura. O mercado é muito promissor, uma área plantada de 1,5 hectares pode render até R$ 3 mil por mês às famílias”, destacou.

Projeto de incentivo

O Projeto de incentivo ao cultivo da seringueira, na primeira etapa, pretende plantar 300 hectares de área com agricultores familiares, sendo que em cada hectare serão plantadas 520 mudas. A retirada do látex acontece a partir do 5º ano de vida da árvore.

A Seringueira é uma árvore de espécie perene, de rápido crescimento e ainda pode ser cultivada em consórcio com outras culturas, como abacaxi, açaí, banana, para que o agricultor tenha renda até que o seringal entre na fase produtiva.


Fonte: portaldoagronegocio.com.br



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (1)


SAVIGNY ROCHA LIMA disse:

12/03/2012 às 16:05

Vocês sabem me informar onde será este curso? Onde posso ter maiores informações a respeito?

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1868 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey