Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


01/02/2012

Tetra Pak investe R$ 200 milhões para elevar produção

Em 2011, o faturamento da unidade brasileira da empresa alcançou cerca de R$ 4 bilhões

01/02/2012 – A Tetra Pak anunciou esta semana que investirá R$ 200 milhões para ampliar sua capacidade de produção local em quase 45% até 2015. O projeto prevê a expansão da unidade de Ponta Grossa, no Paraná, de atuais 7 bilhões de embalagens para aproximadamente 14 bilhões de embalagens por ano.

A decisão de ampliar a produção no Brasil está alinhada com o objetivo de manter crescimento médio de 7% ao ano até 2020. Caso a meta seja alcançada, as vendas no Brasil devem superar 20 bilhões de unidades por ano no final desta década, o dobro do volume de negócios registrado em 2010, disse o presidente da Tetra Pak Brasil, Paulo Nigro.

Em 2011 a empresa atingiu a marca de faturamento com a unidade brasileira de cerca de R$ 4 bilhões. Quando o projeto for concluído, a direção da Tetra Pak precisará decidir sobre uma nova expansão de capacidade no Cone Sul para atender o mercado da América Latina a partir de 2018.

Novo mercado
Outro segmento analisado com atenção pela empresa é o de alimentos sólidos, como ervilhas, milhos, saladas de frutas e feijão pronto. Com isso, a expansão no Paraná também prevê a fabricação de uma embalagem própria para alimentos sólidos, mercado que já movimenta mais de 100 milhões de embalagens importadas pela Tetra Pak no Brasil.

Além do Brasil, apenas a Itália comercializa mais de 100 milhões de embalagens anuais para alimentos sólidos. Os EUA devem ingressar nesse grupo em 2013, contribuindo para que o consumo mundial de embalagens para sólidos salte dos atuais 500 mil para 5 bilhões de unidades por ano em 2020.

A tecnologia para produção dessa embalagem em Ponta Grossa deverá ser validada em julho de 2013, quando será concluída a primeira fase do projeto de expansão. Nessa etapa, a capacidade local será ampliada para 11,5 bilhões de embalagens anuais. A segunda fase, quando a produção será expandida para 14 bilhões de unidades por ano, deverá estar finalizada em julho de 2015.

O Brasil é o segundo mercado mais relevante para Tetra Pak, que atua em mais de 170 países, atrás apenas da China. Em 2011, o País respondeu por 18% do faturamento global da empresa, de 10 bilhões. Com a conclusão do projeto no Paraná, essa participação deve superar 20%.


Fonte: CeluloseOnline



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

21/09/2020 às 06:13

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2095 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey