Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


16/11/2011

ABB ajuda fábrica de celulose a tornar-se um fornecedor de energia não fóssil

A tecnologia da ABB está ajudando uma fábrica de celulose sueca gerar energia não fóssil suficiente para atender os requisitos do seu processo e produzir um grande superávit de 550 gigawatt-hora - o suficiente para atender às necessidades de 24 mil lares suecos

 Nos últimos 10 anos, a produtora de celulose sueca Södra Cell transformou sua fábrica em Värö, na Suécia, de uma usuária convencional de eletricidade e combustível em grande escala para uma ultra eficiente produtora de energia não fóssil, ecologicamente correta. 

 
A usina não só produz energia suficiente para abastecer a produção de 425.000 toneladas de celulose de alta qualidade sem cloro por ano, como também produz 550 gigawatts-hora (GWh) de energia excedente na forma de energia elétrica, centrais de calor e biocombustíveis .
 
Dessa energia, 100 GWh são vendidos à rede nacional de energia como energia limpa, 150 GWh são para a central de aquecimento da cidade vizinha de Varberg (população de 27.000 habitantes), e 300 GWh de biocombustíveis que são vendidos para as usinas e os usuários industriais.
 
Toda essa energia é proporcionada pela casca residual da árvore, ramos e lascas de madeira que não podem ser vendidos como madeira serrada ou utilizados no processo de fabricação da celulose. O calor que é convertido em aquecimento vem de águas residuais da usina e gases de combustão da caldeira de recuperação.
 
"A ABB forneceu os sistemas de controle para todos os processos da fábrica. Os sistemas estão conectados em uma interface comum, o que nos permite controlar o que está acontecendo em várias partes de nossas operações. Eu diria que a ABB está envolvida em cada projeto que realizamos."
 
Ao longo dos últimos anos, a Södra Cell investiu cerca de US$ 300 milhões na redução do consumo de energia da usina. Os investimentos incluem uma nova unidade de evaporação para melhorar a eficiência energética, a alimentação da água de pré-aquecimento para aumentar a produção de eletricidade, o arrefecimento dos gases de combustão para aumentar a produção de aquecimento, e a secagem da casca para otimizar a qualidade de combustível para a central de aquecimento.
 
Esses investimentos foram tão bem sucedidos que geraram novos fluxos de receita para a Södra Cell e impulsionaram a força competitiva da empresa. Além disso, a usina tem agora uma das menores pegadas de carbono da indústria de celulose tendo ganhado o reconhecimento mundial como "a primeira fábrica de celulose do mundo de combustível não fóssil."
 
No centro das operações da Södra Cell está o Extended Automation System 800xA da ABB, que controla, otimiza e integra todos os componentes nos processos de produção de energia e celulose na usina.
 
O sistema 800xA tem capacidade para integrar os sistemas, as aplicações e os dispositivos da planta e da empresa. Isso melhora as operações, a engenharia, o controle e a manutenção, e proporciona um ambiente colaborativo, onde a tomada de decisão é uma realidade em tempo real.
 
Um exemplo é sua integração do sistema de informação da usina com o sistema de controle distribuído, que permite uma cadeia ininterrupta de informações para executar a partir do pedido do cliente por meio da produção e no controle do processo. Isso minimiza a movimentação manual, garante a qualidade do produto e aumenta segurança do processo e da disponibilidade, com um consumo mínimo de energia e de matérias primas.
 
Em 2010, mais de um terço dos sistemas de controle distribuído para a indústria de papel e celulose foram fornecidos pela ABB.
 
A Södra Cell é uma cliente antiga e de grande importância da ABB. Os processos de produção e de geração de energia em todas as cinco fábricas de celulose da Södra Cell Suécia - que, juntas, produzem 2,1 milhões de toneladas de celulose e geram 1,8 terawatts-hora de energia - estão equipados com o Sistema 800xA.
 
A ABB é a maior fornecedora mundial de sistemas de controle distribuído. As indústrias, em que a ABB é a fornecedora de DCS número um incluem petróleo e gás, mineração e metais, cimento e vidro, energia elétrica e papel e celulose.


Fonte: portaldoagronegocio.com.br



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

24/01/2020 às 19:59

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1777 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey