Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


16/11/2011

A importância das florestas para o clima do planeta

O que já sabemos e o que ainda falta saber...

 A terra sempre passou por mudanças climáticas que por vezes esquentaram mais o planeta e em outras o tornaram mais frio.

Muitos estudos indicam que as ações humanas são as principais responsáveis pelo aquecimento atual do planeta. 
 
Mas até que ponto nossa espécie é realmente culpada? Será que não estamos enfrentando mais um ciclo natural de mudanças no clima? 
 
Não são perguntas fáceis de responder até porque não temos dados suficientes de épocas passadas, porém nos últimos 200 anos temos lançado uma quantidade enorme de gases que causam o aquecimento do planeta (efeito estufa) e esse fato é por demais preocupante. 
 
Os estudos em ecossistemas florestais são de grande importância, já que as plantas interagem constantemente com a atmosfera, através da fotossíntese, utilizando o gás carbônico (CO2), para o seu crescimento. 
 
As pesquisas vêm demonstrando a grande importância da conservação das florestas para regulação do clima, já que as mesmas estocam grandes quantidades de carbono. Quando são queimadas ou derrubadas, lançam enormes quantidades de CO2 na atmosfera, juntamente com o solo que ficou exposto, pois o mesmo também possui muito carbono armazenado.
 
Florestas mais antigas e preservadas tem grandes quantidades de carbono, principalmente nas grandes árvores. Ao mesmo tempo, as mais novas, que ainda estão se desenvolvendo, possuem uma enorme capacidade de retirar carbono da atmosfera e fazem isso com extrema eficiência justamente pelo fato de estarem crescendo e 'engordando'. 
 
Para um melhor entendimento deste assunto, a pesquisa que estamos realizando desde 2007, na região centro sul do estado, tem revelado dados preliminares bastante interessantes quanto á diferença de carbono estocado em cada uma das três florestas que estão sendo estudadas. Na área mais preservada, com idade acima de 80 anos, encontramos um estoque de carbono quase seis vezes maior que numa floresta de 25 anos, e cerca de quatro vezes maior que numa floresta de 50 anos. O próximo passo será investigar o quanto de carbono essas florestas estocam por ano, para podermos entender a real importância desses ecossistemas num cenário de mudanças no clima. 
 
Muitas perguntas ainda precisam ser respondidas, entre elas:
 
Até que ponto as florestas podem se beneficiar do excesso de CO2 na atmosfera? Qual será a resposta desses ecossistemas com o aumento da temperatura? Será que os serviços que essas florestas prestam aos seres humanos serão impactados com um planeta cada vez mais quente? 
 
Investir cada vez mais em pesquisa é uma das soluções para podermos entender melhor o funcionamento dos ecossistemas e tentar prever o quanto seremos afetados pelos extremos climáticos. 
 
Enfim, conservar as florestas remanescentes e criar amplos projetos de reflorestamento serão sempre ações positivas, seja pela importância desses ecossistemas para a sociedade humana ou pelo enorme compromisso que temos para com as gerações futuras. 
 
Ângelo Mendonça - Biólogo, pós graduado em Análise Ambiental. Pesquisador científico e professor do Instituto Zoobotânico de Morro Azul (IZMA). CRBio: 42.045/02. Contato: mendonca.angelo@gmail.com 


Fonte: panoramaregional.com.br



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

19/07/2019 às 10:01

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


6364 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey