Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


18/10/2011

Os bloqueios do mercado Argentino dificultam a comercialização de móveis

Empresários gaúchos enfrentam atrasos de liberação de licenças para comercializar móveis com a Argentina

O atraso nas licenças de importação concedidas pela Argentina tem preocupado empresários moveleiros gaúchos, que enfrentam atrasos na liberação de seus produtos ao país vizinho. O prazo para a liberação de licenças não automáticas segue as normas da Organização Mundial do Comércio (OMC), a qual define o prazo (máximo) de 60 dias para estas liberações. Também foram realizados acordos comerciais entre Brasil e Argentina, para o cumprimento destas liberações dentro do prazo estabelecido pela OMC.

No entanto, a Argentina não tem cumprido o prazo estabelecido, atrasando a emissão de licenças, o que reflete na queda das exportações de móveis, principalmente do Rio Grande do Sul. De janeiro a setembro deste ano –, comparando-se a variação do mesmo período de 2010, a venda de móveis gaúchos para a Argentina registrou queda de 17,7%, sendo que, há três anos, o país era o principal importador de móveis gaúchos.

Muitas empresas gaúchas aguardam por estas licenças para liberarem suas exportações, pois este problema afeta os próprios importadores argentinos, os quais, muitas vezes, ficam sem mercadorias para comercialização, em função do descumprimento dos acordos comerciais, de acordo com o presidente da MOVERGS, Ivo Cansan. “Gostaríamos do auxílio do Governo, com atitudes mais drásticas, para se fazer respeitar os acordos comerciais assinados pelos dois países e as regras da OMC”, aponta.

Recentemente, durante o Encontro Estadual da Indústria, realizado na Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS), em Porto Alegre, coletados na Secretária de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) foram tema de debate.

Na oportunidade, a conselheira da MOVERGS, Maristela Cusin Longhi, salientou os problemas enfrentados pelo Estado nas exportações de móveis para a Argentina, demonstrando a queda das mesmas pelo descumprimento de acordos e também pela falta de competitividade dos produtos gaúchos, frente a outros Estados, que concedem benefícios fiscais, protegendo a sua economia, gerando assim, uma concorrência desleal, em função de uma situação econômica mais estável. 

Estes dados foram entregues ao secretário estadual do Desenvolvimento e Promoção do Investimento, responsável pelo Programa de Desenvolvimento Competitivo do Rio Grande do Sul, Mauro Knijnik. “Ao confirmar a nossa falta de competitividade, por meio destes dados, solicitamos medidas de proteção à indústria gaúcha, incluindo-se aí alguma forma de compensação pelo custo da infraestrutura do Estado”, revela Maristela. 


Fonte: Portal Moveleiro



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

23/09/2020 às 15:15

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1658 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey