Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


15/09/2011

De estável a fraca, demanda brasileira de papel jornal reforça preços inalterados em agosto

A demanda tem diminuído e, nos melhores cenários, descrita como regular, segundo a pesquisa mensal da PPI América Latina

 14/09/2011 - Mês após mês, fontes brasileiras têm relatado uma completa estabilidade de preços de papel jornal no país e, em agosto, não foi diferente. Pelo nono mês consecutivo, a cotação do item ficou estável, porém foi 6,3% superior aos valores praticados há um ano. A demanda tem diminuído e, nos melhores cenários, descrita como regular, segundo a pesquisa mensal da PPI América Latina. Alguns entrevistados comentaram que a fraca demanda local é resultado dos altos níveis de estoques; já outros admitem que a demanda em agosto ficou abaixo da dos últimos meses.

Os fundamentos do mercado de papel jornal no Brasil estão em linha com os movimentos globais. "Há muita capacidade para ser cortada no mundo. Além disso, é preciso saber o que irá acontecer com a White Birch, o que tem gerado muita expectativa", um produtor comentou. A PPI América Latina apurou que o segmento de papel jornal, em nível mundial, está a espera do desfecho da situação financeira da White Birch, ou seja, se a companhia será capaz de resolver suas dívidas ou se falirá. "Eu não acho que a AbitibiBowater (AbiBow), principal player do mercado, anunciará aumento de preço antes que a White Birch defina sua situação", um outro produtor comentou.
Para os compradores, as chances de incrementos de preço são pequenas no mercado brasileiro. "Os fabricantes têm pressionado e dito que vão ajustar as cotações no quarto trimestre, mas não acredito que haja espaço para isso", avaliou um comprador. Outro participante de mercado acrescentou que se os produtores, ao menos, mantiverem os preços atuais até o final do ano, deverão ficar felizes.

Além disso, vários contatos comentaram que as negociações de preço de papel jornal em setembro estão similares a agosto.

Um comprador do Brasil afirmou que reduziu os volumes de papel jornal adquiridos de julho a agosto. A tendência é seguida por outros compradores, e alguns produtores também confirmaram queda de vendas no período. Um fornecedor, no entanto, descreveu agosto como um bom mês de vendas.

Dados da Associação Brasileira de Celulose e Papel (Bracelpa) apuram que o consumo de papel jornal do país caiu 5,7% para 296 mil toneladas no primeiro semestre deste ano ante o mesmo período de 2010. Enquanto isso, a produção diminuiu 7,7% para 60 mil toneladas; já as vendas domésticas mostraram redução de 14,3% para 54 mil toneladas.

As estimativas da Bracelpa até julho apuram que as vendas domésticas somaram 66 mil toneladas, volume 10,8% superior ao praticado no ano anterior. Enquanto isso, as importações diminuíram 7,2% para 271 mil toneladas.

Números do Instituto Verificador de Circulação (IVC) mostram que a circulação de jornais alcançou 4,45 milhões de exemplares/dia até julho, o que é superior se comparado aos 4,43 milhões de exemplares/dia do primeiro semestre de 2011. Ao contrário dos mercados maduros, como América do Norte e Europa, ainda há espaço para o crescimento de circulação no Brasil.


Fonte: CeluloseOnline



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

23/09/2019 às 13:34

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2072 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey