Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


12/09/2011

Aperam inaugura alto-forno que utilizará carvão vegetal

Aperam inaugura alto-forno que utilizará carvão vegetal

Foto: Google

 TIMÓTEO - A Aperam South America apresenta no próximo dia 15, às 11:30h, o Projeto Carvão Vegetal e inaugura o novo sistema do alto-forno 2, que foi convertido para uso de carvão vegetal. Conforme a siderúrgica, uma das maiores produtoras de aço inoxidável da América Latina, o abastecimento dos alto-fornos com carvão vegetal representa um avanço ambiental por utilizar um combustível renovável e muito mais ecológico. Ainda conforme a empresa, a iniciativa aumenta a competitividade, reduz a dependência externa de matéria-prima estratégica e promove a sustentabilidade, pela redução da emissão de CO2.
O ano de 1979 assistiu à inauguração de um dos principais equipamentos da Usina de Timóteo: o Alto-Forno 2. Projetado para ser o maior do mundo alimentado por carvão vegetal, o equipamento praticamente triplicou a produção de gusa na Usina, que passou de 650 toneladas por dia para 1,9 mil ton/dia. Em 1996, os planos mudaram e ele passou a funcionar movido a coque.

RETOMADA
Agora, 14 anos depois, a Empresa se prepara para retomar o plano inicial e utilizar o carvão vegetal como combustível do equipamento. O projeto resultará no consumo de 300 mil toneladas de carvão vegetal por ano.
A decisão é mais um passo para o futuro e está alinhada às práticas de sustentabilidade do negócio. Roberto Manella, consultor da Diretoria Técnica, explica que a decisão de substituir o coque pelo carvão vegetal começou a ser tomada em 2004, quando esse insumo renovável voltou a ficar atrativo em relação aos preços do coque. Nessa época, foram previstos investimentos de longo prazo para preparar as florestas e, consequentemente, estar em condições de abastecer 100% seus fornos com carvão vegetal.

BENEFÍCIOS
Nos últimos anos, o mercado internacional de coque tem apresentado alta instabilidade de abastecimento e de preços. A opção pelo carvão vegetal representa independência estratégica em relação a esse cenário. ?Ao produzir seu próprio carvão vegetal, a empresa pode controlar de modo ainda mais efetivo a qualidade e os custos desse insumo?, afirma Roberto. O grande impacto desse projeto está na redução expressiva do custo do gusa, aumentando a competitividade dos produtos da ArcelorMittal Inox Brasil no mercado.
As vantagens ambientais do carvão vegetal foram decisivas para a mudança. Florestas em crescimento são aliadas contra o aquecimento global, já que consomem grande quantidade de gás carbônico (CO2), o principal responsável pelo efeito estufa.


Fonte: www.sindicarv.com.br



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

24/06/2019 às 11:39

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


4786 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey