Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


12/09/2011

Aperam inaugura alto-forno que utilizará carvão vegetal

Aperam inaugura alto-forno que utilizará carvão vegetal

Foto: Google

 TIMÓTEO - A Aperam South America apresenta no próximo dia 15, às 11:30h, o Projeto Carvão Vegetal e inaugura o novo sistema do alto-forno 2, que foi convertido para uso de carvão vegetal. Conforme a siderúrgica, uma das maiores produtoras de aço inoxidável da América Latina, o abastecimento dos alto-fornos com carvão vegetal representa um avanço ambiental por utilizar um combustível renovável e muito mais ecológico. Ainda conforme a empresa, a iniciativa aumenta a competitividade, reduz a dependência externa de matéria-prima estratégica e promove a sustentabilidade, pela redução da emissão de CO2.
O ano de 1979 assistiu à inauguração de um dos principais equipamentos da Usina de Timóteo: o Alto-Forno 2. Projetado para ser o maior do mundo alimentado por carvão vegetal, o equipamento praticamente triplicou a produção de gusa na Usina, que passou de 650 toneladas por dia para 1,9 mil ton/dia. Em 1996, os planos mudaram e ele passou a funcionar movido a coque.

RETOMADA
Agora, 14 anos depois, a Empresa se prepara para retomar o plano inicial e utilizar o carvão vegetal como combustível do equipamento. O projeto resultará no consumo de 300 mil toneladas de carvão vegetal por ano.
A decisão é mais um passo para o futuro e está alinhada às práticas de sustentabilidade do negócio. Roberto Manella, consultor da Diretoria Técnica, explica que a decisão de substituir o coque pelo carvão vegetal começou a ser tomada em 2004, quando esse insumo renovável voltou a ficar atrativo em relação aos preços do coque. Nessa época, foram previstos investimentos de longo prazo para preparar as florestas e, consequentemente, estar em condições de abastecer 100% seus fornos com carvão vegetal.

BENEFÍCIOS
Nos últimos anos, o mercado internacional de coque tem apresentado alta instabilidade de abastecimento e de preços. A opção pelo carvão vegetal representa independência estratégica em relação a esse cenário. ?Ao produzir seu próprio carvão vegetal, a empresa pode controlar de modo ainda mais efetivo a qualidade e os custos desse insumo?, afirma Roberto. O grande impacto desse projeto está na redução expressiva do custo do gusa, aumentando a competitividade dos produtos da ArcelorMittal Inox Brasil no mercado.
As vantagens ambientais do carvão vegetal foram decisivas para a mudança. Florestas em crescimento são aliadas contra o aquecimento global, já que consomem grande quantidade de gás carbônico (CO2), o principal responsável pelo efeito estufa.


Fonte: www.sindicarv.com.br



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

22/09/2019 às 06:01

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


4881 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey