Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


22/07/2011

O mosaico das certificações agrícolas

Conheça alguns dos principais selos que garantem as melhores práticas agrícolas e florestais na produção

 As diferentes certificações têm características distintas em relação ao conteúdo e ao modo como foram criadas. Os selos podem tratar da sustentabilidade do processo produtivo, da característica do produto final (por exemplo, orgânico), ou da maneira como são comercializados (comércio justo).

Além disso, as certificações podem ter sido elaboradas por uma única instituição ou por um colegiado de partes interessadas. Na hora de escolher, é importante que o consumidor saiba o que “está comprando”.
 
CERTIFICAÇÕES DE SUSTENTABILIDADE: 
Estabelecem critérios sócio-ambientais na produção agrícola e florestal que vão além do que é demandado por lei.
 
Rainforest Alliance Certified
É uma iniciativa elaborada pela Rede Agricultura Sustentável, um conjunto de ONGs de diferentes países latino-americanos e liderada pela ONG internacional Rainforest Alliance. Esta certificação gera o reconhecido selo do “sapinho verde”. Pode ser usada para certificar a maioria dos produtos agrícolas.
 
FSC – Forest Stewardship Council
Um dos principais selos de certificação florestal, o FSC é uma ONG formada por um conjunto de instituições, desde empresas até representantes da sociedade civil. Certifica produtos das áreas florestais, como toras de madeira, móveis, lenha, papel, nozes e sementes.
 
Global GAP
O Global GAP é uma entidade privada, de origem europeia, que desenvolveu um selo que atua nos setores de frutas e vegetais; flores ornamentais; fazendas leiteiras, de carne bovina e de ovinos, de frangos, de suínos e de grãos; e café.
 
UTZ Certified
Selo específico para plantações de café, cacau e chá, desenvolvido pela UTZ, empresa de origem holandesa.
 
Bonsucro
É uma iniciativa internacional voltada aos produtos da cana-de-açúcar, como, por exemplo, o etanol e o açúcar. Foi desenvolvido por uma mesa redonda que juntou produtores, ONGs e indústria consumidora de diversos países do mundo. Produtos que utilizam estas commodities em sua composição, como refrigerantes ou sorvetes, também podem usar o selo para confirmar a origem do insumo utilizado.
 
ISO 14001
Diferente dos outros selos de certificação para produtos agrícolas, a ISO 14001 é uma norma que verifica a gestão ambiental de empresas de qualquer setor, mas também pode ser conferido às empresas do ramo agrícola. Também é diferente por ser uma certificação de gestão.
 
Em outras palavras, não estabelece requisitos específicos, mas regras para os processos internos da empresa. A ISO 14001 não apresenta um carimbo visível nos produtos. Para saber se uma empresa tem o certificado é preciso consultar o site ou os centros de atendimento ao cliente.
 
CERTIFICAÇÕES DE ORGÂNICOS: 
Garantem, principalmente, que não foram usados agroquímicos na produção dos alimentos que possuam estes selos. Normalmente, incluem também alguns critérios sócio-ambientais.
 
Diversas empresas
 
A certificação de orgânicos, diferente das outras iniciativas voluntárias, é regulada. De acordo com a lei da agricultura orgânica de 2003, “para sua comercialização, os produtos orgânicos deverão ser certificados por organismo reconhecido oficialmente, segundo critérios estabelecidos em regulamento”. Assim, existem diversas empresas que certificam este tipo de produto. Ao comprar um produto orgânico, é importante checar se a empresa está cadastrada junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa)
 
CERTIFICAÇÕES DE COMÉRCIO JUSTO: 
Promove a repartição dos lucros da venda do produto agrícola, com o objetivo de beneficiar o pequeno produtor.
 
Fairtrade
A Fairtrade é uma organização não governamental internacional estabelecida na Alemanha. Não é exclusiva para agricultura, já que certifica também produtos de pequenas manufaturas como camisetas, artesanato, etc. Com foco em pequenos produtores, uma das principais regras é que eles devem receber, necessariamente, um preço mais alto pelos seus produtos.


Fonte: souagro.com.br



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

24/04/2019 às 03:50

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2354 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey