Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


22/07/2011

Programa estimula plantio de florestas

Dentre os temas abordados, também estão rentabilidade da atividade pecuária com eucalipto e o mercado regional deste segmento

Estimular a implantação de áreas florestais nos municípios com forte atividade da indústria. Este é o objetivo do Programa Mais Floresta, que será levado no dia 20 de julho, das 7 às 17h30, para Nova Alvorada do Sul (MS). Na ocasião, serão realizadas, no Sindicato Rural da cidade, palestras e workshops gratuitos para os produtores rurais do município.
 
O projeto é idealizado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural - Senar/MS, Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul – Famasul e sindicato rurais do Estado. A capacitação tem finalidade de mostrar aos produtores, as vantagens econômicas do cultivo de eucalipto e seringueira, possibilitando ao trabalhador rural uma diversificação de sua renda, além de estimular o corpo técnico a elaborar projetos de investimentos na área florestal.
 
Durante todo o dia, os participantes receberão informações sobre o linhas de financiamento para o setor florestal, mercado da borracha natural e rentabilidade da cultura da seringueira, além de oficinas sobre manejo do seringal. Dentre os temas abordados, também estão rentabilidade da atividade pecuária com eucalipto e o mercado regional deste segmento.
 
“Através do Mais Floresta o produtor pode conseguir mais independência, seja financeira ou nas alternativas de produção”, explica o gestor do programa, Harduin Reichel.
 
Os interessados em participar do Programa Mais Floresta, podem realizar inscrição no dia e local do lançamento ou com antecedência no Sindicato Rural Nova Alvorada do Sul, localizado na Avenida Marcelino Risden, 398, ou pelo telefone: (67) 3456-1733.
 
Nova Alvorada do Sul é a segunda cidade a receber o programa, que foi lançado no dia 19 de julho, em Ribas do Rio Pardo (MS). Outras 23 cidades receberão o Mais Floresta: Água Clara, Inocência, Paranaíba, Três Lagoas, Santa Rita do Pardo, Jaraguarí, Bandeirantes, Campo Grande, Camapuã, Alcinópolis, Sonora, Figueirão, Chapadão, Costa Rica, Cassilândia, Aparecida do Taboado, Selvíria, Bataguassu, Brasilândia, Anaurilândia, Nova Andradina, Batayporã e Coxim. E o Programa tem previsão de término para o dia 10 de junho de 2012.


Fonte: correiodoestado.com.br



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

24/04/2019 às 03:57

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2227 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey