Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


28/03/2011

Técnicos reúnem agricultores interessados em produzir dendê em Tomé Açu

Começou no último dia 23 e segue até 07 de abril o ciclo de reuniões para Diagnóstico Rápido Participativo (DRP), na cidade de Tomé Açu (PA). A iniciativa vai levantar agricultores familiares interessados na implantação da cultura do dendê em parceria com empresas detentoras do Selo Combustível Social (SCS).

No total, serão 26 reuniões com a participação de 59 comunidades e uma expectativa de reunir mais de mil famílias. A iniciativa reúne 28 técnicos na realização do DRP neste período. 

O diagnóstico tem por objetivo conhecer a realidade socioeconômica dos agricultores familiares. A metodologia para realização do DRP foi elaborada pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), por meio da coordenação do Biocombustíveis da Secretaria de Agricultura Familiar (SAF), e acontece em parceria com organizações governamentais, movimentos de representação da agricultura e empresa produtora de biodiesel. 

Segundo o técnico da coordenação que acompanha a atividade, Luiz Humberto da Silva, o DRP é realizado em três fases: identificação das regiões prioritárias; identificação das comunidades potenciais e identificação na comunidade dos agricultores familiares nos núcleos com vocação e interesse no plantio da cultura do dendê, que é a terceira fase que acontece em Tomé Açu. 

Nas reuniões são apresentados o Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel; o Programa do Óleo de Palma e a linha de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf Dendê); a apresentação da empresa produtora de biodiesel sobre a parceria a ser realizada com a agricultura familiar e sua atuação no programa; além de esclarecimentos e aplicação de questionários sócioeconômico das famílias. Após este levantamento será realizado o georreferenciamento das propriedades pela SAF/MDA. 

Participam das reuniões a Delegacia Federal do MDA no Pará, Petrobras Biocombustíveis/Galp, Prefeitura Municipal de Tomé Açu, Governo do Estado do Pará, Incra, Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STTR), Sindicato dos Trabalhadores na Agricultura Familiar (Sintraf) e PluralCooperativa.



Fonte: MDA citado por Página Rural



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

30/09/2020 às 01:58

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


3018 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey