Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


04/03/2011

Promessa da automação: produtividade a custos menores no setor de C&P

A busca por essas soluções é cada vez maior, o que tem atraído ao Brasil investimentos de fornecedores estrangeiros e prestadores de serviço.

“A estimativa é de que US$ 75 milhões sejam investidos no setor de papel e celulose em 2011", segundo Mehta Rajendra, diretor da SMAR, empresa focada em tecnologia e automação. A cifra, bastante expressiva, é reflexo do aumento da demanda pelos processos, com foco em inovações e adaptações tecnológicas. Tudo para aumentar a competitividade no mercado e, consequentemente, os lucros.

A busca por essas soluções é cada vez maior, o que tem atraído ao Brasil investimentos de fornecedores estrangeiros e prestadores de serviço. Dentre essas companhias, destacam-se principalmente as sueco-finlandesas e as norte-americanas, com grande expertise na área de automação.

A Honeywell é uma delas. Hoje, a norte-americana, que já atende ao mercado de papel no País e atua em sete outras segmentos de indústrias, quer mais: automatizar o mercado de celulose. Referência neste serviço para o setor no exterior, até o momento a Honeywell não conquistou nenhuma concorrência em território nacional, onde tem escritório desde 2004.

Por quê? Foi exatamente isso que motivou a vinda do vice-presidente, Henri Tausch e outros representantes, recentemente ao Brasil. A concorrência foi apontada como um dos principais obstáculos, pois com o crescimento dos países emergentes, como o Brasil, grande parte das empresas internacionais mudou o seu foco de atuação.

Isso sem falar no “crédito” conquistado com os países desenvolvidos pela estabilidade econômica e o anúncio de grandes e bilionários projetos que incluem automação neste segmento. Com isso, teremos mais concorrência, melhor oferta por tecnologia de ponta e empresas altamente qualificadas envolvidas em grandes projetos.

A Honeywell, por exemplo, já tem realizado investimentos para melhorar a atuação da empresa, com a contratação de novos profissionais e acordos estabelecidos com universidades. O objetivo no País não é só estruturar, mas consolidar esse mercado.

“Além da tecnologia, temos o mais importante, que é o conhecimento e acompanhamento do processo. Somos parceiros da empresa. Identificamos cada etapa para depois decidirmos conjuntamente pela melhor solução. É exatamente isso que o mercado busca nos dias de hoje”, ressaltou Tausch.

Para Rajendra, a vinda dessas companhias é uma via de mão dupla. “Elas trouxeram bastante know-how de processo e de engenharia, mas não em tecnologia, propriamente. A automação se adaptou a este conhecimento adicional de processo trazido por eles, com as inúmeras opções de pacotes de gerenciamento”, afirmou.

Estes sistemas ajudaram muito em melhoria de qualidade e desempenho das linhas produtivas. E os resultados são vistos em todo o globo. “No Brasil, o reflexo é o reconhecimento do País, que continua subindo no ranking de maiores produtores de celulose com qualidade, aumentando as exportações com cifras altas”, explicou o diretor da SMAR, que também é do segmento de automação e controle.


Fonte: Revista O Papel



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

20/09/2020 às 08:14

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2259 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey