Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


23/02/2011

SEI disponibiliza imagens do Oeste para ações do Meio Ambiente

Em função da relevância da base cartográfica do Estado para as ações da Secretaria do Meio Ambiente (SEMA), representantes da SEI estiveram em reunião com o secretário Estadual do Meio Ambiente, Eugênio Spengler, e o Superintendente de Políticas Florestais, Conservação e Biodiversidade (SFC), Ubiratan Felix Santos, a fim de apresentar o estágio do Projeto de Atualização Cartográfica do Estado, coordenado pela SEI.

O diretor-geral da SEI, Geraldo Reis, o diretor de Informações Geoambientais, Antônio Cunha, e a gestora do mapeamento, Rita Pimentel, mostraram as áreas já concluídas do projeto, que representam 70% do território baiano, no caso das imagens de satélite, e de 60%, no caso da aerofotogrametria, faltando o litoral e parte do semiárido para a conclusão total. Na oportunidade, a SEI confirmou o atendimento à demanda da SEMA de acesso às informações cartográficas da região Oeste, necessárias para a SFC realizar a adequação ambiental das propriedade rurais. Serão cerca de mil ortofotos da região, fornecidas mediante assinatura de termo de cessão de uso com a SFC. Para o diretor-geral da SEI, Geraldo Reis, a reunião simbolizou a estreitamento das relações da SEI com toda a área ambiental. O diretor lembrou que “depois de dois anos de um árduo trabalho, já é possível disponibilizar a base cartográfica referente a grande parte da Bahia, possibilitando que a área ambiental do estado dê um salto qualitativo na gestão territorial-ambiental. E o sistema SEMA será o primeiro setor do estado a poder utilizar esta nova base em seus trabalhos”, disse. O secretário de Meio Ambiente, Eugênio Spengler, citou como importantes ações da SEMA, que dependem da base cartográfica, o inventário da cobertura vegetal do Estado e a atualização das reservas legais. O superintendente da SFC, Ubiratan Santos, citou ainda que “o próprio licenciamento ambiental será facilitado com essa nova ferramenta”. Foi discutida ainda a viabilização de parceria entre as duas instituições para a alocação de recursos com vistas à continuidade do Projeto de Atualização Cartográfica do Estado, por meio da planimetria a partir das imagens já em aquisição, em que se inclui o tema da cobertura vegetal, assim como para a busca de mecanismos de sua atualização.


Fonte: SEI



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

07/08/2020 às 12:29

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1995 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey