Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


09/02/2011

Governo do Acre começa a discutir projeto para produção de biodiesel no estado

Aconteceu na manhã de ontem, terça-feira, 8, na Secretaria de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof), um encontro entre representantes do governo do Acre, Ministério da Agricultura e do Programa Nacional de Biodiesel.

A proposta é expandir o programa para o Acre, como parte do plano de trazer ainda mais a política de produção do biodiesel para a Região Norte através da cultura do dendê, além de inserir no âmbito estadual o projeto da Agricultura Familiar.

Luiz Humberto Silva, coordenador do programa de Biodiesel na Região Norte, visita o Estado e apresenta para a equipe de governo as propostas do plano nacional de instalação das políticas do biodiesel para a região.  “Discutimos como matriz produtiva o dendê e a instalação da sua produção aqui na Região Norte.  A ideia é crescer, mesmo porque é a região com maior área para produção de agricultura no Brasil”, explica Silva.

Nos últimos anos, o governo do Estado reforçou sua política de reflorestamento e dentro dessa proposta o dendê tem um importante papel devido ao seu potencial para a produção do biodiesel.  “Hoje estamos estudando parcerias com o Ministério do Desenvolvimento Agrário e empresas interessadas em produzir biocombustível”, conta o secretário de Floresta, João Paulo Mastrângelo.  “Essa é uma das prioridades do governo do Acre para os próximos anos.”

O secretário adjunto da Seaprof, Humberto Antão, reforça que a política de produção do biodiesel será tratada como prioridade pelo governador Tião Viana junto à inserção do programa de Agricultura Familiar em todos os projetos de desenvolvimento do Estado.  “Você tem uma produção ligada à indústria, uma agregação de valores.  Temos a produção do dendê, que será entregue à indústria para ser processado e consequentemente gera uma maior renda para o pequeno produtor”, explica Antão.

O que é biodiesel?

Biodiesel é um combustível biodegradável derivado de fontes renováveis, que pode ser obtido por diferentes processos como o craqueamento, a esterificação ou a transesterificação.  Esta última, mais utilizada, consiste numa reação química de óleos vegetais ou de gorduras animais com o álcool comum (etanol) ou o metanol, estimulada por um catalisador.  Desse processo também se extrai a glicerina, empregada para fabricação de sabonetes e diversos outros cosméticos.  Há dezenas de espécies vegetais no Brasil das quais se pode produzir o biodiesel, como mamona, dendê (palma), girassol, babaçu, amendoim, pinhão-manso e soja.

O biodiesel substitui total ou parcialmente o óleo diesel de petróleo em motores ciclodiesel automotivos (de caminhões, tratores, camionetas e automóveis) ou estacionários (geradores de eletricidade e calor).  Pode ser usado puro ou misturado ao diesel em diversas proporções.


Fonte: Agência de Notícias do Acre



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

30/09/2020 às 11:30

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2477 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey