Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


08/02/2011

Mesmo com recordes nas exportações, preços de celulose apresentam instabilidade

Conforme análise de mercado realizado pela Foex, a produção e o consumo de papel continuou o ritmo de redução no mês de dezembro.

Conforme análise de mercado realizado pela Foex, a produção e o consumo de papel continuou o ritmo de redução no mês de dezembro. A maioria dos índices de atividade na indústria do papel também aponta para taxas menores.

Na Alemanha e nos EUA, o cenário também apresentou dados negativos, com a queda na confiança da indústria impressa em janeiro e com a atividade do setor bem abaixo que o de outros, com quedas nos pedidos de entrega.

Já os números da Europa revelam uma boa atividade do segmento de papel proveniente de madeira, com elevação da demanda de 11% em dezembro e de 4,5% para o ano, ao passo que o segmento de celulose química (woodfree) registrou uma queda de 4,5% no consumo em dezembro e um modesto crescimento de 2,6% no ano.

As negociações de preço na Europa continuam, mas com alguns pedidos de 2010 a serem entregues ainda, o resultado final só deverá ser sentido nos índices dentro de algumas semanas, segundo a Foex. Após as negociações, a consultoria acredita que os contratos deverão ter um período de duração menor.

Na Europa, a celulose de fibra longa registrou exportação em um nível histórico recorde em dezembro, impulsionados pela demanda na China, além de outros países da Ásia, e pela América Latina, com destaque negativo para a Europa Ocidental, ao passo que os estoques dos produtores caíram. “Aparentemente, uma grande parte destas remessas foi para os estoques de consumidores e portos”, revelou a Foex. A celulose de fibra longa possui um cenário de fortes estoques, com 25 dias no total, segundo a PPPC (Pulp and Paper Products Council).

Já no segmento de fibra curta, as exportações também bateram todos os recordes em dezembro e, caso as estatísticas contassem a participação da Indonésia e da China, este número teria sido ainda maior, destaca a consultoria finlandesa. Ademais, a relação entre exportações e capacidade superou 100%, com ganhos nas embarcações para todas as áreas frente a 2009. Os maiores aumentos relativos nas entregas ficam com América do Norte, Japão, China, e outros pontos da Ásia.

No mercado chinês foi registrado um incremento de 60% das remessas à China, conforme dados dos países produtores que se reportam ao PPPC. “Uma grande parte destas embarcações não chegou à China antes da virada do ano, e as estatísticas de importação da China mostraram um ganho muito mais modesto”, revela a Foex.

No segmento de fibra curta, com o avanço no volume local, as importações em dezembro caíram quase 15% sobre novembro de 2010, enquanto ao longo do ano o número decresceu em 26%. Por outro lado, os preços têm se mantido estáveis, devido à elevação de preços no mercado de fibra longa.


Fonte: InfoMoney - Adaptado por Painel Florestal



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

12/08/2020 às 23:33

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


3619 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey