Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


07/01/2009

O design vale bilhões para a indústria de móveis

"O design brasileiro atingiu maturidade e competência nos últimos anos", afirma Guto Índio da Costa, designer reconhecido internacionalmente e um dos jurados do Salão Design 2009.

Espreguiçadeira apresentada na Salão Design

A indústria de móveis do Brasil congrega mais de 16 mil empresas que, somadas, movimentaram no ano passado R$ 21,3 bilhões em vendas. Responda rápido: de toda esta receita, quanto por cento você acha que veio das exportações?

Acertou quem pensou em um percentual modesto. Os compradores internacionais responderam por não mais do que R$ 1 bilhão desse total. O Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindmóveis/RS) não está satisfeito com isso, naturalmente. E, por apostar na criatividade brasileira para conquistar mercados lá fora, o Sindmóveis/RS promove, desde 1988, o concurso Salão Design. Afinal, é pelo design que será possível adicionar valor ao móvel brasileiro.

Ao longo da semana passada, um júri selecionou os vencedores da primeira etapa do concurso. Foram quase 150 escolhidos, distribuídos entre as categorias “profissionais”, "indústria" e "estudante" (clique aqui para conferir a lista). Destaques entre quase mil concorrentes, eles agora serão avaliados em uma segunda etapa a partir de março. Desta vez, o júri irá analisar os projetos em escala natural para optar por apenas 19, que ganharão os corredores do Salão Design Casa Brasil 2009, que acontece entre 4 e 8 de agosto do próximo ano em Bento Gonçalves.

"O design brasileiro atingiu maturidade e competência nos últimos anos", afirma Guto Índio da Costa, designer reconhecido internacionalmente e um dos jurados do Salão Design 2009. Segundo ele, não são apenas os produtos brasileiros que têm ganhado espaço fora do país, mas também os profissionais - tanto designers quanto gestores de marca. No Salão, o voto dos jurados levou em conta especialmente o grau de inovação, viabilidade e aplicabilidade dos projetos. "O critério básico é que seja inovador, mas também tem que ter real potencial para a indústria", explica Índio da Costa.

Na mão inversa, isto é, a via pela quais fabricantes de outros países tentam exportar para o Brasil, o Salão Design recebeu inscrições de projetos de diversos países da América Latina, da Europa e da Oceania - sinal de que os estrangeiros estão interessados em saber o que o Brasil pensa de seus produtos. Cátia Scarton, vice-diretora de Relações com o Mercado do Sindmóveis, diz que o concurso é uma forma de se avaliar a maturidade deste mercado: "A cada edição, fica mais perceptível o avanço em qualidade dos projetos, o que permite diferenciar a produção com valor agregado".


Fonte: Revista Amanhã



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

22/10/2019 às 07:36

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2968 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey