Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


06/10/2010

Etanol de Celulose é nova alternativa energética

A solução atrai interesse da indústria de celulose e papel no Brasil.

Por motivos econômicos, geopolíticos e ambientais, as atenções do mundo têm-se voltado cada vez mais ao desenvolvimento de fontes alternativas de energia. O setor de celulose e papel, considerado como um dos pioneiros na utilização sustentável de recursos naturais – 100% da produção nacional provêm de florestas plantadas – está orientando seus esforços para a pesquisa e o desenvolvimento de projetos relacionados à produção de etanol de celulose, a partir do reaproveitamento da biomassa empregada pela indústria de celulose e papel.

Num conceito análogo ao das refinarias de petróleo, a construção de biorrefinarias integradas às fábricas de celulose e papel pode representar um importante diferencial competitivo para as empresas do setor, além de fomentar a geração de toda uma nova cadeia de negócios para a indústria.

Neste contexto, o ABTCP-TAPPI 2010 – 43º Congresso e Exposição Internacional de Celulose e Papel, que acontece até esta quarta-feira, 6 de outubro, em São Paulo, trará como um dos destaques de sua programação técnica o Seminário Internacional sobre Biorrefinaria, que vai debater as possibilidades de reaproveitamento da biomassa pelo setor. O seminário tem início às 9h30 e terá uma palestra de abertura com Peter Axegard, da Innventia. Na sequencia Per Tomani, da mesma organização, fala sobre A lignina forma de extração do licor negro. O seminário acontece até o final da tarde e discutirá temas como “Extração da hemicelulose da madeira e licor negro”, “Melhor Pellets”, “Biocombustíveis em forma de cal” e termina com a palestra “Produtos químicos e matérias de biorrefinaria”, com debate.

De acordo com o CEO da ANL Consultants, Alexander Koukoulas, – que apresentará a palestra Desenvolvimento de Biorrefinaria: Desafios e Oportunidades durante o ABTCP 2010 –, há um interesse considerável da indústria de celulose e papel em expandir sua atual capacidade de produção de energia elétrica e grandes players do mercado já estão acompanhando de perto os avanços da tecnologia para a conversão da celulose.
“Os estudos estão avançando nessa direção e o setor de celulose e papel deve começar a investir na fabricação de combustível a partir da biomassa. Contudo, para que haja uma efetiva participação de toda a indústria, o principal pré-requisito é que a demanda do mercado por produtos de base biológica permaneça robusta e a economia para a conversão da biomassa florestal continue atraente”, destaca Koukoulas.

Com todas as características para se tornar ainda mais competitivo, ecoeficiente e sustentável, além de melhor aceito nos mercados e também pela sociedade global, o setor já começa a avaliar propostas relacionadas a projetos integrados de biorrefinaria.

“Os principais desafios para galgar os primeiros passos nessa direção dizem respeito a barreiras técnicas relacionadas à conversão da celulose e ao baixo fluxo para o modelo de negócios”, afirma Koukoulas, ao enfatizar que “o potencial para os projetos de biorrefinaria é pelo menos tão grande quanto o número de fábricas existentes, apesar de existir uma preocupação predominante sobre como o aumento da demanda por madeira irá impactar a estrutura global dos custos”.

Pela primeira vez, a ABTCP incluiu no programa do congresso um seminário internacional exclusivamente dedicado à biorrefinaria na indústria de celulose. O evento reúne técnicos e executivos para discutir e compartilhar informações sobre oportunidades de negócio e novas tecnologias relacionadas ao uso de biomassa para a produção de biocombustíveis.


Fonte: Celulose Online



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

02/06/2020 às 10:37

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2833 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey