Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


17/09/2010

Programa de pós-graduação em Ciência Florestal da UFV recebe conceito Muito Bom na avaliação da CAPES

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) acaba de divulgar os resultados da avaliação feita em todo o País, no triênio 2007-2009.

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) acaba de divulgar os resultados da avaliação feita em todo o País, no triênio 2007-2009. Para cada programa são atribuídas notas em uma escala de 1 a 7. Os que são classificados com 1 ou 2 são descredenciados. A nota 3 significa um desempenho regular, a 4 é considerada como bom resultado e a 5 é atribuída ao programa que atinge “muito bom nível”. As notas 6 e 7 indicam desempenho equivalente “ao alto padrão internacional". Aqueles que obtiveram notas 1 e 2 ainda podem pedir revisão do resultado.

Do total de programas avaliados, 2,7% obtiveram notas 1 ou 2; 32% nota 3; 33,6% nota 4; 20,6% nota 5; 6,8% nota 6 e 4,1% nota 7. A avaliação leva em conta o corpo docente, a proposta pedagógica e a produção científica.

O programa de pós-graduação em Ciência Florestal da UFV recebe nota 5, “muito Bom” na avaliação da CAPES. Segundo o Coordenador do curso Prof. Márcio Lopes da Silva, foi um trabalho conjunto de todos os docentes, discentes e funcionários ligados ao programa, portanto todos estão de parabéns pela conquista. A avaliação é rigorosa e apenas 4 programas da Engenharia Florestal receberam nota 5, sendo esta a nota máxima alcançada pelos programas da área, já que nenhum programa recebeu nota 6 ou 7, pois a grande dificuldade da área é manter uma regularidade de publicações em periódicos internacionais de qualidade. Mas o conceito “Muito Bom” é um grande estimulo para continuarmos a contribuir para o avanço da pesquisa e do bem estar da sociedade.

Na avaliação do presidente da Capes, Jorge Guimarães, o crescimento da pós-graduação no país não foi só quantitativo, mas também qualitativo. “Do ponto de vista do desempenho científico, houve melhora considerável. O Brasil vem galgando posições cada vez mais altas nos rankings internacionais”, afirma. Hoje o país é 13° do mundo em produção científica do ponto de vista da quantidade de publicações. O presidente da agência espera que em 2010 o país chegue ao 12° lugar. Já sob o aspecto qualitativo, que leva em conta o número de citações de artigos brasileiros em publicações de todo o mundo, o país ocupa o 22° lugar entre os 30 países que dominam 98% da produção científica no mundo.

Entre os 2.718 programas avaliados, 10% atingiram notas inferiores às registradas em 2007, 71% mantiveram o desempenho e 19% melhoraram o resultado. Além de encerrar a oferta em cursos com resultados insatisfatórios, a avaliação serve ainda para orientar o financiamento e a distribuição de bolsas de estudo nos cursos. Segundo Guimarães, o conceito tem um peso importante na distribuição dos recursos, mas ressaltou que a Capes “cobre todos os níveis de programa”.


Fonte: CIFlorestas



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (1)


JOLBER PASSOS disse:

11/01/2011 às 12:12

TENHO INTERESSE EM FAZER ESTA PÓS,SERIAM DUAS INSCRIÇÕES PRA MIM E MIMHA ESPOSA, PODERIAM ME INFORMAR , VIA EMAIL, QDO COMEÇA NOVAS TURMAS ? AGURDO.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2815 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey