Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 16

Warning: max() [function.max]: Array must contain at least one element in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 53

Warning: min() [function.min]: Array must contain at least one element in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 55
CIFlorestas>>Notícia>>Orsa Quer Ampliar Área de Produção no Amapá

Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


06/07/2010

Orsa Quer Ampliar Área de Produção no Amapá

O eucalipto é fonte de divisas também em cidades amazônicas, como Laranjal do Jari, divisa do Pará com o Amapá, onde o Grupo Orsa amplia a escala da produção.

"Estamos reformando e mudando área de plantios florestais para melhorar a produtividade das árvores e até 2013 dobrar a capacidade da fábrica de celulose", anuncia Sérgio Amoroso, presidente da empresa, proprietária de 1,3 milhão de hectares na localidade. Desse total, 120 mil hectares estão reservados para eucalipto - metade dos quais já ocupados. Na floresta nativa, correspondente a 1,1 milhão de hectares, foram produzidos no ano passado 40 mil metros cúbicos de madeira.

As operações na região do Jari representam a um terço do faturamento total da empresa - R$ 1,3 bilhão, em 2009. "O plano é expandir as atividades no Amapá até 2011, atingindo área total de manejo sustentável certificado com 800 mil hectares", informa Amoroso. Hoje, a exploração com selo socioambiental abrange 545 mil hectares da Orsa Florestal, apenas no Pará. "Sem a atividade, a região implodiria", afirma o executivo, enfatizando a dependência econômica das cidades em relação à produção florestal.

A fábrica de celulose e os plantios atraíram 4 mil trabalhadores. "Aumentou a migração e a pressão do crescimento urbano desordenado", admite Amoroso. Favelas de palafitas se espalharam na beira dos rios, em Laranjal do Jari, tradicional reduto de garimpeiros. A população passou a conviver com drogas e prostituição. "Nos locais mais afastados da Amazônia, o poder público está ausente", diz Amoroso, ao lembrar os investimentos que a empresa precisou fazer na área social quando assumiu os plantios da região, em 2000.

Com a maior arrecadação de impostos em função da produção florestal e da expansão do setor de serviços, o município investiu na construção de casas populares em novos bairros para abrigar a população ribeirinha. Recursos da empresa financiam projetos de geração de renda, como microcrédito para cooperativas de costureiras e artesãs que fazem joias com sementes amazônicas, exportando para os Estados Unidos.

Na cidade vizinha, Almeirim (PA), que recebe da Orsa Florestal R$ 5 milhões por ano de ISS, o hospital foi erguido pela empresa. "Mas a falta de transparência na gestão municipal dificulta novas ações", afirma Amoroso. Apesar das dificuldades locais, o plano, segundo ele, é avançar nos investimentos para melhorar o rendimento da exploração florestal, aumentar valor agregado e fixar posição no mercado internacional. Com a substituição de óleo combustível por biomassa nas caldeiras, a empresa pretende avançar na meta, para 2012, de reduzir em 30% as atuais emissões de carbono da Jari Celulose, Papel e Embalagens, que pertence ao Grupo Orsa.

A empresa concluiu recentemente o inventário de gases do efeito-estufa dentro da metodologia GHG Protocol, que segue padrões internacionais da ONU, além de outras referências, como as normas da série ISO 14064. O estudo identificou um estoque de carbono que soma 688 milhões de toneladas nas florestas da empresa na região do Jari. Desse total, 99% estão em matas nativas. "Aguardamos o amadurecimento do debate sobre os mecanismos internacionais de crédito de carbono, para entrar no negócio", diz Amoroso.


Fonte: Valor Econômico



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

20/05/2019 às 03:06

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2775 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey