Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


23/05/2010

Economia em Alta Aquece o Setor de Papelão

A Makurky, fabricante de embalagens localizada em São Bernardo, na grande São Paulo, teve um crescimento de quase 70% na produção de janeiro a abril deste ano, quando comparado com o mesmo período do ano passado. “Embora o primeiro semestre de 2009 tenha sido, de fato, atípico para este mercado, o aquecimento em 2010 é expressivo e tem exigido reestruturação dos negócios para atendimento à alta demanda”, afirma Eduardo Batistella Mazurkyewistz, diretor da Mazurky.

 A Makurky, fabricante de embalagens localizada em São Bernardo, na grande São Paulo, teve um crescimento de quase 70% na produção de janeiro a abril deste ano, quando comparado com o mesmo período do ano passado. “Embora o primeiro semestre de 2009 tenha sido, de fato, atípico para este mercado, o aquecimento em 2010 é expressivo e tem exigido reestruturação dos negócios para atendimento à alta demanda”, afirma Eduardo Batistella Mazurkyewistz, diretor da Mazurky.
 
Esse resultado é reflexo da alta nas vendas de eletrodomésticos, vestuário, livros e medicamentos, entre outros itens que tiveram alta na economia e que utilizam  embalagens de papelão. Até março deste ano a demanda para o papelão ondulado, teve aumento de 20%. Estimativas da Associação Brasileira de Papelão Ondulado indicam que o setor pode bater recorde de vendas no acumulado do ano.
 
Como consequência desse aquecimento no mercado, os custos de todas as matérias-primas são crescentes desde o início do segundo semestre de 2009. A elevação dos preços das fibras primárias e secundárias (aparas), que sofrerão o segundo reajuste do ano em junho, irão empurrar os preços das embalagens de papel para cima, a exemplo do que ocorre no Estados Unidos e Europa.
 
O cenário inverte a realidade do ano passado, quando as indústrias de papelão respiraram aliviadas por ter apresentado resultado apenas estável, com variação negativa de 0,01% em relação a 2008. Isso porque, até junho de 2009, o mercado de papelão apresentou retração de 7,08% em relação ao mesmo período de 2008, o que indicava que a queda acumulada poderia ser ainda maior.
 
“Em função do crescimento da demanda no cenário nacional e internacional, toda a cadeia de fibras, virgens e recicladas, tem trabalhado no limite de suas capacidades. Com isso, o custo da matéria-prima aumenta e exige readequações na política de preços e na organização das empresas produtoras de embalagens”, afirma Eduardo Mazurkyewistz.
 
Já vislumbrando o aquecimento do setor em 2010, a partir da avaliação do mercado internacional de produção de papelão e das expectativas para a economia brasileira, no final de 2009 a Mazurky investiu na aquisição de novas máquinas, na reestruturação da operação logística e do armazenamento de produtos.
 
“Conseguimos diminuir o setup das máquinas, ou seja, o tempo em que ficam paradas, com consequente elevação da produtividade. Assim, podemos equacionar melhor a alta dos preços da matéria-prima de nossos produtos e manter a operação saudável”, finaliza Eduardo Mazurkyewistz.
 


Fonte: Celulose Online



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

10/08/2020 às 18:51

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


4431 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey