Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


09/12/2009

Industria Moveleira Reclama da Queda do IPI

Enquanto o varejo já anuncia promoções que utilizam como gancho a queda do imposto, entre os fabricantes ainda há muitas dúvidas sobre a desoneração.

A redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) dos móveis, promovida pelo Governo Federal na última semana, ainda não surtiu efeitos na indústria, mas já é aproveitada para alavancar as vendas no comércio.

Enquanto o varejo já anuncia promoções que utilizam como gancho a queda do imposto, entre os fabricantes ainda há muitas dúvidas sobre a desoneração. Os descontos podem, inclusive, estar ameaçados por um possível aumento de 8% nos preços de materiais, como painéis e placas de madeira.

De acordo com o gerente executivo do Sindicato da Indústria do Mobiliário e Marcenaria do Estado do Paraná (Simov-PR), Luiz Andreole, muitos empresários ainda têm dúvidas a respeito da redução.

Eles não estão seguros, segundo ele, em como proceder, por exemplo, em relação a itens já fabricados ou materiais ainda em estoque. “Hoje (ontem) mesmo tivemos um encontro com um advogado para tratarmos do assunto”, informa.

No caso do comércio, o decreto presidencial que instituiu a desoneração estabelece que atacadistas e varejistas dos produtos poderão fazer uma devolução fictícia, aos fabricantes, dos produtos existentes em estoque e ainda não negociados até a data de publicação da medida.

É necessária, no caso, a emissão de uma nota fiscal de devolução onde conste a expressão “Nota Fiscal emitida nos termos do art. 2.º do Decreto no 7.016, de 26 de novembro de 2009”.

Conforme o decreto, o fabricante, por sua vez, deverá registrar a devolução do produto em seu estoque, fazer os registros fiscais e contábeis e promover nova saída para a mesma empresa que “devolveu” a mercadoria, utilizando, na nota, a alíquota vigente no momento da emissão da nota fiscal.

O gerente do Simov-PR diz que há dúvidas, por exemplo, a respeito de como proceder diante de fornecedores de matéria-prima ou painéis que venderam os produtos e ainda não receberam, e como as empresas farão para recuperar o crédito tributário das operações já finalizadas. Os empresários também questionam, diz ele, se a medida é retroativa até o início da cadeia produtiva.

Aumento

Em meio às dúvidas, Andreole diz que um aumento anunciado por fabricantes de paineis e placas pode colocar “por água abaixo” as medidas de incentivo do governo.

“[Os fabricantes] estão querendo reajustar em 8% os produtos”, informa. Para ele, a imagem do setor perante os consumidores pode ficar arranhada caso aumentos na cadeia impeçam o repasse da desoneração tributária.

No entanto, mesmo se o aumento não acontecer, ainda é cedo para prever se toda a cadeia do setor vai repassar a redução, diz o coordenador do Departamento Econômico da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Maurílio Schmitt.

“Vai depender do perfil da oferta e da demanda. O mercado é que vai definir tudo isso”, conclui. Mesmo assim, ao menos grandes varejistas já anunciaram quedas nos preços.

No dia da publicação do decreto que promoveu a redução do IPI, as lojas Ponto Frio e Extra, do Grupo Pão de Açúcar, anunciaram descontos de até 25% em mais de 600 itens.


Fonte: Portal Moveleiro. Retirado de Paraná Online



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

26/01/2020 às 02:25

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1610 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey