Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


07/12/2009

Sindusmad Incentiva Reflorestamento de Espécies Nativas no Nortão

O reflorestamento em Mato Grosso será para recuperar as áreas de preservação, reservas florestais e beira de rios nos próximos anos. Nas encostas deverão ser preservados 50 metros em rios menores e das nascentes serão 100 metros. Além de recuperar as áreas de rios também é usado para a neutralização do carbono em excesso na atmosfera.

O reflorestamento em Mato Grosso será para recuperar as áreas de preservação, reservas florestais e beira de rios nos próximos anos. Nas encostas deverão ser preservados 50 metros em rios menores e das nascentes serão 100 metros. Além de recuperar as áreas de rios também é usado para a neutralização do carbono em excesso na atmosfera. De acordo com o presidente do Sindicato das Indústrias Madeireiras (Sindusmad), José Eduardo Pinto, as indústrias no Nortão não estavam reflorestando áreas com espécies nativas. "Agora, além de madeira nativa é usada madeira que dê sustentabilidade econômica", explicou. Um dos exemplos é a seringueira que, além também proporciona a extração da borracha. Outras espécies são eucalipto e teca que também podem ser utilizadas como biomassa na "produção" de energia para a secagem de cereais.

De acordo com o presidente, cerca de 50 indústrias associadas do Sindusmad investem no reflorestamento e o retorno do valor final chega a 1/5. Nas reservas legais já está havendo uma recuperação da floresta e não está mais se plantando soja, milho nem usadas para pastagens. Não há um balanço de quantas mil mudas tenham sido reflorestadas, este ano, pelas indústrias madeireiras do Nortão.
 
Há linhas de financiamento para este setor, incluindo também manejo florestal, via BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) e Basa (Banco da Amazônia). A taxa de juros varia de acordo com o montante emprestado e o período que será paga. Mas alguns empresários consideram que os juros ainda são caros.

O vice-presidente do Sindusmad, Jaldes Langer, disse ao Só Notícias, que o número de indústrias reflorestando está aumentando. "Teca e eucalipto são as mais procuradas. Para a atividade madeireira, o eucalipto pode ser abatido em 15 anos e a teca no período de 20 a 25 anos. Só uma indústria na região Norte fechou, recentemente, a compra de 90 mil mudas que estão sendo plantadas", revelou. "Hoje um hectare reflorestado custa, em torno de R$ 2,5 mil até R$ 3 mil, até um ano. Tem empresário que cada ano planta um pouco porque os custos são altos", disse, Jaldes.

"A principal dificuldade é obter crédito porque há muita burocracia. Há muitas exigências ambientais para serem atendidas. Nem todos os que pretendem reflorestar conseguem a LAU (Licença Ambiental), que é uma das exigência para o empresário conseguir financiamentos e reflorestar. É um investimento a médio e longo prazos porque, além de comprar as espécies tem que ser investido em estudos, fazer manutenção e cuidar do plantio", finalizou Jaldes. A manutenção também é onerosa. Com o tempo, surgem formigas que atacam as mudas e é preciso eliminá-las. "Estamos avançando no reflorestamento. Mas muito ainda precisa ser feito", concluiu.


Fonte: Redação Só Notícias



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

15/08/2020 às 14:15

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1724 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey