Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


04/09/2009

Operação Arco de Fogo Já Fechou Mais de 30 Serrarias Ilegais no Maranhão

O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, acompanhou ontem (3) o andamento da Operação Arco de Fogo no município de Buriticupu, no Maranhão, onde verificou o fechamento de serrarias e fornos ilegais de carvão.

O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, acompanhou ontem (3) o andamento da Operação Arco de Fogo no município de Buriticupu, no Maranhão, onde verificou o fechamento de serrarias e fornos ilegais de carvão. Ele também conversou com agentes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), da Polícia Federal, da Força Nacional de Segurança e da Fundação Nacional do Índio (Funai) que estão na região há mais de um mês.

O ministro passou cerca de três horas na região e almoçou em uma base militar, montada pelo Exército para apoio à operação. A Arco de Fogo combate crimes ambientais nas terras indígenas Alto Turiaçu, Awá-Guajá e Carú e da Reserva Biológica do Gurupi. Ao todo, foram fechadas 33 serrarias ilegais e apreendidos mais de 3 mil metros cúbicos de madeira, o suficiente para carregar 150 caminhões.

A madeira será repassada ao Exército. Um caminhão de carvão também foi doado para a Pastoral da Criança.

Minc disse que, além de operações de repressão, é preciso aumentar a oferta de opções sustentáveis para a população que sobrevivia do desmatamento. “O desafio não é só apreender. O nosso sonho é que as pessoas vivam com dignidade."

Durante a visita, o ministro lembrou o ataque a funcionários do Ibama em Buriticupu, em 2007, após o fechamento de serrarias. Liderados por madeireiros, moradores da cidade fecharam estradas e incendiaram veículos da fiscalização. “Desta vez, prendemos 21 pessoas e mais de 30 armas. O crime ambiental e a impunidade não vão prosperar no Brasil."

O Maranhão é um dos estados da Amazônia Legal onde o desmatamento mais tem avançado. A região onde a Operação Arco de Fogo está sendo realizada é um dos “pontos críticos” do estado, de acordo com o ministro.


Fonte: Agência Brasil



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

24/04/2019 às 03:55

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


5146 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey