Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


19/02/2016

Com capacidade para 30 quilos, saco de papel para café é nova aposta da Klabin

Ambientalmente corretas, derivadas de fontes renováveis, sendo recicláveis e produzidas com matéria-prima proveniente de florestas plantadas e certificadas, as embalagens de sacos de papel têm sido a melhor alternativa para o transporte de objetos ou alimentos. O papel Kraft é mais conhecido como saco de papel para cimento ou saco de papel, mas agora pode ganhar mais uma definição: o saco de papel para café.
Klabin, maior produtora e exportadora de papéis do Brasil, formalizou um convênio para a pesquisa “Desenvolvimento de Embalagens e Métodos de Armazenamento para Cafés Especiais”. Os responsáveis analisaram as características de cafés especiais durante todo o processo, do produtor até o consumo no país de destino, para lançar uma embalagem feita com papel extensível de alta resistência, que pode ser impressa em até oito cores.
Ainda sobre as características, a embalagem tem capacidade para 30 quilos, é hermética devido ao sistema de fechamento, possui diferenciais como a proteção à luminosidade e conta com um sistema denominado Easy Open, que facilita a abertura e armazenagem pelo cliente final.Além disso, oferecem resistência, segurança, facilidade de automação, alta velocidade de ensaque, redução de vazamentos, melhor paletização e manutenção da qualidade do produto ensacado.
O estudo é feito em parceria com a Universidade Federal de Lavras (MG), Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA), Agência Brasileira de Promoções de Exportações e Investimentos (Apex – Brasil) e Videplast Indústria de Embalagens; e coordenada pelo professor do Departamento de Engenharia da UFLA, Flávio Meira Borém. O projeto também conta com a colaboração da Bourbon Specialty Coffees e daCarmocoffees.

O que você sabe dos sacos de papel?
A primeira referência sobre os sacos para carregar objetos é de 2000 A.C. na ilha de Creta e era feito em couro, a princípio, para carregar o dinheiro. A partir de 1700, com a revolução industrial, passou a ser produzido em juta ou algodão. Em 1803, passou a ser viabilizada a produção do papel em bobinas. Francis Wolle, patenteou a primeira máquina para produção de sacos em 1852. Mas foi Margareth Knigth que, em 1870, patenteou outra máquina, essa por sua vez, que executava funções como cortar, formar e colar os fundos. Depois disso, o saco de papel passou a ser usado em padarias, farmácias e pequenos varejos, como acontece até os dias atuais.


Fonte: CeluloseOnline



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

22/09/2020 às 21:12

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1613 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey