Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


20/10/2015

Parecer da AGU sobre aquisição de terras por estrangeiros será flexibilizado

O Congresso Nacional votará a nova proposta até o dia 27 deste mês em Brasília

Representantes da AGU, Mapa e Frente Parlamentar de Silvicultura durante reunião em Brasília

Uma reunião que contou com a participação de técnicos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Advocacia Geral da União (AGU) e presidente e vice da Frente Parlamentar de Silvicultura, realizada na última quinta-feira, 15, promoveu uma evolução em um tema que vem represando investimentos no setor florestal: a aquisição de terras por estrangeiros.

De acordo com o presidente da Frente Parlamentar de Silvicultura, deputado federal Newton Cardoso Junior (PMDB/MG), o advogado Aldo De Cresci - secretário executivo da Frente - foi indicado como negociador entre junto aos diversos órgãos que trabalham na nova proposta. Os termos de negociação estão sendo definidos, mas a visão é otimista. “Haverá mudanças nas regras, porém, com restrições menores”, destacou Newton Cardoso Junior.

O vice-presidente da frente, deputado federal Irajá Abreu (PSD/TO), já havia dito, durante Conferência Internacional de investimentos no setor florestal – Dana Rio Timberland – realizada no início deste mês, que uma nova proposta estava sendo elaborada de forma conjunta, com o objetivo de evitar o veto da presidenta Dilma Rousseff.

O secretário executivo da Frente Parlamentar de Silvicultura, Aldo de Cresci Neto, junto com o jurídico da AGU e do Mapa, estão redigindo a proposta que será votada no Congresso Nacional. Na próxima semana, as reuniões serão realizadas no exterior devido a uma série de compromissos da presidenta da República, Dilma Rousseff, e da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, senadora Katia Abreu.

Dados das empresas que compõem o setor florestal brasileiro estimam que este parecer da União represou investimentos na ordem de R$ 50 bilhões. O deputado federal Irajá Abreu explicou que a Frente Parlamentar de Silvicultura também está trabalhando em uma emenda constitucional que unirá as Licenças Prévias, de Instalação e de Operação - LP, LI e LO, respectivamente – formando a Licença Ambiental Única (Lau), acabando com três licenças extremamente burocráticas, demoradas e com três taxas. “Isso já acontece no Mato Grosso do Sul, Tocantins e Bahia. A ideia é estender esse processo para todo o País e promover a dispensa da licença para os sistemas agrossilvipastoris em áreas de até 10 mil hectares”, disse Irajá Abreu.


Fonte: Painel Florestal



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

17/08/2019 às 15:21

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1325 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey