Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


19/10/2015

Empresários espanhóis querem investir no Mato Grosso do Sul

Grupo passou pela cidade de Três Lagoas (MS) e conheceu a fábrica da Fibria.

Empresários também colheram informações sobre logística, importação e exportação da produção.

Grupo de empresários espanhóis foi recebido pelo governador Reinaldo Azambuja para conhecer as potencialidades florestais de Mato Grosso do Sul. A recepção, articulada pelo diretor da Painel Florestal, Robson Trevisan, faz parte da estratégia de investimento adotada pelo Governo e que já começa a dar resultados. Além da produção florestal, os empresários também colheram informações sobre logística, importação e exportação da produção e incentivos fiscais adotados pelo Estado.

O secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck, explicou a proposta do Governo do Estado na busca por investidores no setor de florestas, o chamado “Cluster” Florestal. “Mato Grosso do Sul recebe os maiores investimentos na área de floresta do país e os maiores investimentos em celulose de fibra curta no mundo. Começamos uma estratégia de divulgação da base florestal no Estado para atrair novos investimentos e isso já começou a dar resultado”, disse.

Durante o encontro - que reuniu empresários do ramo de serraria, móveis, produção de eucalipto -, Verruck apresentou dados de produção, exportação e logística. “A celulose é o principal produto de exportação do Estado. A previsão para 2016 é de exportar um bilhão de dólares; o mesmo valor deste ano, sendo a China o principal país consumidor, com 33% do total”.

O grupo de empresários começou a viagem pelo porto de Santos e já passou por Três Lagoas, onde conheceram a fábrica da Fibria, em Água Clara, na fábrica da Asperbras e ainda em Ribas do Rio Pardo, onde puderam avaliar o projeto de celulose.

Também estive presente na reunião o presidente da Reflore/MS, Moacir Reis.

Dimensões

O secretário Jaime Verruck afirmou que os empresários ficaram surpresos com as dimensões de escala de Mato Grosso do Sul, com números que estão muito além da produção européia. “Futuramente, a Europa terá necessidade grande de importar celulose, madeira. Por isso, já se ventilou adotar Mato Grosso do Sul como exportador de madeira e celulose para a Europa”.



Fonte: JP News



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

22/02/2019 às 06:07

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas

COLHEITA DE CHUVAS NO CAMPO


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1106 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE   |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey