Facebook Twitter RSS

Avanço e Pesquisa

Versão para impressão
A-
A+


02/10/2015

Gestão florestal no Brasil: Instrumentos de política pública

Artigo por Débora Ramos Santiago* Doutoranda em Economia na Universidade de Brasília. Área de atuação: Economia Agrícola e Meio Ambiente. Mestrado em Desenvolvimento Regional (UFAM), graduação em Econômicas (UFAM). Atuou como pesquisadora na área de economia e gestão do Instituto de Inteligência sócio-ambiental estratégica da Amazônia, como professora substituta na UFAM e professora auxiliar na UEA.

Foto ilustrativa - Google

A gestão de recursos florestais tradicionalmente apresentou-se como um grande desafio no Brasil, pois historicamente as suas florestas foram exploradas de múltiplas formas, na busca incessante pela obtenção de riquezas. Esta prática contribuiu significativamente para o seu desenvolvimento econômico em determinadas épocas.


Entretanto tais florestas têm sido continuamente destruídas, principalmente pela exploração predatória da madeira do país, degradando assim todo o meio ambiente, uma vez que a floresta contribui para a manutenção do ecossistema natural. Esse fenômeno corresponde a uma lacuna preocupante, pois a renovação da floresta é reconhecidamente limitada, de modo que para utiliza-la sustentavelmente, deve-se considerar uma estratégia de manejo que não inviabilize a sua existência.


O objetivo deste estudo é obter um posicionamento científico sobre a estratégia de gestão ambiental para as florestas brasileiras, buscando para isso apresentar os diferentes instrumentos de gestão ambiental, considerando sua classificação, principais características, definições, vantagens e desvantagens para a preservação das florestas. Além disso, foram apresentados neste estudo os critérios necessários para a escolha do instrumento adequado para a gestão ambiental das florestas no país, para assim obtermos a melhor estratégia de gestão nacional.

Para ler o estudo na íntegra, clique aqui.


Fonte: Portal Educação



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (1)


7kCmjvOyiDG disse:

15/11/2015 às 05:01

Ate9 2002 ERA assessor.Mas je1 mavdana mais que o chefe. Mandador, mandante, mande3o, manda bem ... Mas dizem que quem manda nele e9 .lula . Ne3o acho que ainda dependa dessas asas para voar...

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

2825 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey