Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


29/07/2015

Fibria protocola pedido de financiamento no BNDES para ampliação da fábrica em Três Lagoas

A segunda planta contará com 40% dos recursos da geração de caixa da companhia e o restante, 60%, virão de financiamentos

Unidade da Fibria em Três Lagoas

A Fibria deverá usar financiamento junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES) para o projeto de expansão da fábrica de Três Lagoas. Conforme a assessoria de comunicação, a segunda planta contará com 40% dos recursos da geração de caixa da companhia e o restante, 60%, de financiamentos e, na última semana, foi protocolado o pedido de financiamento.

Em maio, quando foi divulgada a expansão do projeto, a Fibria informou – em nota - que este é um dos maiores investimentos privados no Brasil com foco em exportações, no caso, de R$ 7,7 bilhões – valor equivalente a cerca de US$ 2,5 bilhões - e será realizado com recursos próprios provenientes da forte geração de caixa da companhia e com financiamentos de diversas fontes, além do BNDES, agências de créditos de exportação (ECAs), Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste, bancos comerciais e mercado de capitais.

De acordo com a assessoria de comunicação da Fibria, o pedido de financiamento é apenas uma das fases do projeto. As outras fontes de captação de recursos ainda estão em análise. A empresa informou que possui capacidade de captação e financiamento ímpar no Brasil e no mundo, pois se mantém fortalecida em crédito, balanço, com geração de caixa e nível de endividamento em queda.

Ao longo da construção, a Fibria contará com cerca de 60 fornecedores locais e, durante as obras, a empresa irá promover 500 mil horas de treinamento na área florestal e outras 390 mil horas de treinamento na área Industrial, incluindo a preparação da equipe própria e de terceiros. As obras também terão impacto positivo nas finanças públicas, com estimativa de arrecadação de impostos de cerca de R$ 450 milhões durante a construção.

As licenças ambientais para a ampliação da unidade de Três Lagoas, incluindo a licença de instalação, já foram obtidas pela Fibria. Além disso, a empresa vem investindo no desenvolvimento da base florestal na região com o objetivo de abastecer a nova linha de produção. O suprimento de madeira necessário para a operação da nova fábrica virá de florestas cultivadas no Mato Grosso do Sul e o aumento da demanda de eucalipto já está devidamente planejado. Serão necessários 174 mil hectares de florestas plantadas em áreas próprias, arrendamento e parcerias, além da compra de madeira futura de terceiros. Atualmente a empresa já conta com excedente de 107 mil hectares plantados ou sob contratos de plantio.


Fonte: Painel Florestal



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

20/09/2020 às 00:55

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1575 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey