Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


16/12/2014

Política para Florestas Plantadas finalmente sai do papel

Decreto nº 8.375 que define a Política Agrícola para Florestas Plantadas, assinado pela presidenta Dilma Roussef, foi publicado no ultimo dia 12 no Diário Oficial da União.

Dilma Roussef assinou decreto na última quinta-feira, dia 11.

 

De acordo com o texto, consideram-se florestas plantadas, as florestas compostas predominantemente por árvores que resultam de semeadura ou plantio, cultivadas com enfoque econômico e fins comerciais.

O artigo 6° estabelece que o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) coordenará o planejamento, a implementação e a avaliação da Política Agrícola para Florestas Plantadas e promoverá a sua integração às demais políticas e setores da economia.

Além disso, caberá à pasta, que provavelmente será conduzida pela senadora Kátia Abreu (PMDB-TO), elaborar o Plano Nacional de Desenvolvimento de Florestas Plantadas - PNDF, com horizonte de dez anos a ser atualizado periodicamente.

Para o presidente da Câmara Setorial de Florestas Plantadas, o empresário Luiz Calvo Ramires Júnior, o decreto coloca o setor no lugar certo. “Agora é hora de entender como vai funcionar a governança mas, sem dúvida nenhuma, o negócio florestal termina o ano com uma grande vitória”, ressaltou Ramires.

O gerente de projeto da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE), engenheiro florestal Fernando Castanheira Neto, responsável pela articulação e elaboração da política, esclarece que agora a missão de conduzir essa agenda é do MAPA.

“Espero que o setor seja mais participativo daqui para a frente, principalmente nas negociações com o governo. Conseguimos concluir apenas uma etapa. Há muito trabalho pela frente”, afirmou Castanheira com a sensação de dever cumprido.

A expectativa agora é com a criação de uma Diretoria de Florestas Plantadas dentro da estrutura do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento para abrigar as demandas do setor e conduzir o planejamento previsto no decreto.


Fonte: Painel Florestal



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

04/06/2020 às 20:33

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1935 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey