Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


16/12/2014

Prêmio para borracha natural sobe para R$ 0,50 por quilo

No leilão de Pepro anterior, o prêmio era de R$ 0,40 para o Estado, mas o valorfoi reajustado devido a demanda do setor da heveicultura.

O Brasil vem aumentando o plantio de seringueira, a matéria-prima da borracha

O prêmio para o quilo da borracha natural passou de R$ 0,40 para R$ 0,50 em Mato Grosso. O novo valor foi publicado no Edital nº 247/14, que divulga o quarto leilão de Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural e/ou sua Cooperativa (Pepro). O aumento do valor do prêmio é uma reivindicação do setor, que no Estado é representado pela Associação dos Heveicultores de Mato Grosso (Ahevea).

O leilão será realizado às 9h desta quarta-feira (17) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Ao todo, serão ofertadas 4,3 mil toneladas de borracha natural com 53% de DRC (Dry Rubber Content) da safra 2013/14 de seis Estados: Bahia (300 toneladas), Mato Grosso (500 toneladas), São Paulo (2 mil toneladas), Espírito Santo (200 toneladas), Minas Gerais (300 toneladas) e Goiás (mil toneladas).

O valor máximo do prêmio nos outros cinco Estados será de R$ 0,55/kg para o Estado da Bahia, R$ 0,60/kg para o Estado de São Paulo, R$ 0,45/kg para o Estado do Espírito Santo, R$ 0,48/kg para o Estado de Minas Gerais e R$ 0,39/kg para o Estado do Goiás.

O preço mínimo para fins de comprovação da operação continua sendo de R$ 2,00/kg de borracha natural a 53 % de DRC. Na data da realização do leilão, os participantes (produtores rurais e Cooperativas de produtores rurais), deverão estar adimplentes junto ao Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (Cadin) e possuir cadastro em situação regular no Sistema de Cadastro Unificado de Fornecedores (SICAF); cadastrados na Conab, por meio do preenchimento do Demonstrativo da Lavoura Cultivada.

As cooperativas de produtores rurais terão até a data limite de 29 de dezembro para efetuar o cadastro de seus cooperados que forneceram o produto para participação no Leilão. Já a comprovação da venda do produto deve ser feita até o dia 31 de dezembro. Já a comprovação da operação deve ser feita até 30 de abril.


Fonte: G1



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

20/10/2019 às 10:59

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1209 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey