Facebook Twitter RSS

Avanço e Pesquisa

Versão para impressão
A-
A+


24/11/2014

Agrupamento das Unidades de Trabalho, da Unidade de Produção Anual, em classes homogêneas de estoque volumétrico

Artigo submetido à Revista Árvore, Viçosa-MG, v.38, n.3, p.533-541, 2014, de autoria de Agostinho Lopes de Souza, Rodrigo Marques de Medeiros, Luiz Marcos Silva Matos, Kátia Regina Silva, Perez Alves Corrêa e Felipe Nascimento de Fari, relata sobre a Estratificação volumétrica por classes de estoque em uma Floresta Ombrófila Densa, no município de Almeirim, estado do Pará, Brasil.

Foto ilustrativa - Google

            No Brasil, o plano de manejo florestal sustentável (PMFS) é o instrumento básico para gestão sustentável das florestas. A vocação natural e legal para a produção florestal no bioma Amazônia, com cerca de 354.626.516 ha de florestas naturais, é o manejo florestal sustentável, visto que, além de 10,9 milhões de ha de unidades de conservação de uso sustentável, têm que ser mantidos, a título de reserva legal, 80 % da área total de cada propriedade privada.
            Enquanto os estoques mundiais de madeira de florestas nativas estão em declínio, os estoques de madeira de florestas plantadas estão crescendo. Decresce a demanda por produtos florestais madeireiros e não madeireiros sem origem legal e insustentável e cresce a adesão de consumidores por produtos legal, sustentável e, sobretudo, com certificação de manejo e de cadeia de custódia.
            Este estudo, publicado pela Revista Árvore, teve como objetivos agrupar as Unidades de Trabalho (UT) da Unidade de Produção Anual (UPA) em classes homogêneas de estoque volumétrico e analisar a composição florística, a diversidade e as estruturas horizontal e diamétrica, por classe de estoque. Os dados procederam do inventário de prospecção, ou censo, com mapeamento de árvores pré-comerciais e potencialmente comerciais e foram disponibilizados, mediante convênio, pela Orsa Florestal. A área de estudo localiza-se no Município de Almeirim, Estado do Pará. No Censo foram consideradas 469 UTs (250 x 400 m), perfazendo 4.690 ha e 191.640 árvores com DAP maior que 35,0 cm. Foram utilizadas análises de agrupamento (método de Ward ) e discriminante (método de Fisher ) e obtidas três classes de estoque, ou classes de produtividade.
            A riqueza e diversidade de espécies arbóreas com DAP maior que 35 cm da UPA, respectivamente, 540 espécies e 4,52 nats/indivíduo, foram muito elevadas, porém realísticas, por se tratar de um censo. A intensidade de corte pode ser ordenada pela capacidade produtiva de cada UT e, dessa forma, resultar em colheitas de mínimo impacto ambiental, se comparada com a máxima intensidade de corte de 30 m/ha  com ciclo de corte inicial de 35 anos para plano de manejo florestal sustentável pleno. As parcelas permanentes também puderam ser distribuídas por classes de produtividade, reduzindo custos e aumentando a precisão das estimativas de crescimento da floresta manejada.

Acesse o link da Biblioteca Digital Florestal e saiba mais sobre esse trabalho:
http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/10492

 


Fonte: Marina Lotti e Ana Teresa Leite - BIC: Biblioteca Digital Florestal



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

19/08/2019 às 01:44

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1767 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey