Facebook Twitter RSS

Avanço e Pesquisa

Versão para impressão
A-
A+


09/09/2014

Avaliação de variáveis de qualidade de água dos reservatórios das usinas hidrelétricas no estado do Paraná

Tese apresentada à Universidade Federal do Paraná de autoria de Nicole Machuca Brassac de Arruda, relata sobre a Avaliação de variáveis de qualidade de água dos reservatórios das usinas hidrelétricas de Foz do Areia, Segredo e Caxias, como instrumento de gestão de bacias hidrográficas.

Imagem da Tese
           
          Entre os vários recursos disponíveis na natureza, a água está entre os mais importantes e é considerado requisito básico à manutenção da vida. Múltiplas são as aplicações da água como a potabilidade, a balneabilidade, as atividades domésticas e industriais, a irrigação e a geração de energia.
          No Brasil, a geração de hidreletricidade é responsável por 80 % da matriz elétrica do país, energia esta que advém do barramento de rios e consequente formação de reservatórios. No tocante à qualidade dos recursos hídricos, normalmente, a formação destes lagos artificiais gera consequências, que fazem com que esta atividade seja condicionada ao monitoramento sistemático do reservatório e do entorno. Programas de monitoramento compulsório geram extensas matrizes de dados, sendo que o tamanho da matriz e as inter-relações entre as variáveis, nem sempre visíveis diretamente, acabam dificultando o diagnóstico da qualidade de água, além de inviabilizar o uso deste tipo de dado na gestão efetiva do recurso hídrico.
           A utilização de ferramentas estatísticas facilita a interpretação de matrizes como estas. Entre as diversas técnicas que podem ser aplicadas, destaca-se a análise fatorial. Além de auxiliar na compreensão da interação dos diversos fatores que afetam o ecossistema aquático, esta técnica permite reduzir o conjunto de dados e avaliar de forma sistemática quais são as variáveis influenciadoras da qualidade da água. Nesse sentido, o principal objetivo deste estudo foi a avaliação de dados desta natureza, relacionados às usinas hidrelétricas (UHE) Foz do Areia, UHE Segredo e UHE Caxias, instaladas no rio Iguaçu, no estado do Paraná. Através da avaliação estatística (descritiva e multivariada) foram verificados padrões nos dados de qualidade de água destes empreendimentos.
            O reservatório de Foz do Areia foi o que apresentou qualidade de água mais alterada, sendo observada a importância da bacia de contribuição no aporte de poluentes, em detrimento do uso do solo do entorno. Exatamente por ser o primeiro de uma cascata de empreendimentos, o reservatório de Foz do Areia torna-se mais vulnerável às alterações na qualidade das águas. O reservatório de Segredo, apesar de apresentar águas de boa qualidade, já demonstra a influência dos aportes de montante, advindos do reservatório de Foz do Areia, sendo também o uso do solo do entorno direto de menor relevância nas alterações gerais de qualidade da água, quando comparado com os poluentes recebidos de montante. O reservatório de Caxias é o último da cascata do Iguaçu, recebendo águas que já foram reservadas anteriormente em quatro reservatórios a montante.
            Desta forma, verificou-se uma melhor qualidade de água e maior influência do uso do solo no entorno nas variáveis destacadas como descritoras dos fatores selecionados para a caracterização das estações de monitoramento. Destaca-se ainda que a análise fatorial mostrou-se uma ferramenta adequada para avaliação e caracterização da qualidade de água na região de empreendimentos hidrelétricos. 

A pesquisa completa pode ser lida no link da Biblioteca Digital Florestal:
http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/9380


Fonte: Marina Lotti e Ana Teresa Leite - BIC: Biblioteca Digital Florestal



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

21/08/2019 às 16:25

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2038 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey