Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


29/05/2014

Uso de resíduos como matéria-prima reforça benefícios ambientais do biodiesel

A cada 1% de biodiesel adicionado ao diesel, reduz-se em 0,7% a emissão de gases de efeito estufa (GEE) do combustível usado para mover ônibus, caminhões e outros veículos pesados. Isso quer dizer que, um automóvel movido apenas com biodiesel (B100) emitiria 70% menos GEE do que outro utilizando combustível fóssil. Esse dado, destacado pelo presidente da União Brasileira do Biodiesel e do Bioquerosene (Ubrabio), Odacir Klein, foi um dos apresentados ontem (27/05), na Câmara dos Deputados (Brasília/DF), durante o seminário "Biodiesel: produzindo energia e limpando o meio ambiente". O evento, que aconteceu um dia antes do anúncio do aumento da adição do biodiesel ao diesel, foi promovido pela Subcomissão de Biocombustíveis da Comissão de Meio Ambiente da Casa, a pedido do deputado federal Márcio Macêdo (PT/SE), com o apoio da Embrapa e da Ubrabio.

Para o chefe-geral da Embrapa Agroenergia, Manoel Souza, o biodiesel é um dos maiores exemplos de biocombustível ambientalmente amigável porque é produzido não apenas com fonte renovável, mas também com resíduos. A segunda principal matéria-prima usada hoje para fabricar o biodiesel é o sebo bovino, cujo descarte era um problema ambiental. No ano passado, cerca de 500 mil toneladas desse produto foram transformadas em biodiesel, o que corresponde a 20% do volume de matérias-primas empregadas na fabricação do biocombustível.

Outro resíduo cujo uso na produção de biodiesel vem crescendo é o óleo de fritura usado. A participação ainda é pequena: apenas 1%. "Mas imaginem o que representaria jogar 30 milhões de litros de óleo no lixo ou na rede de esgoto?", questiona Klein. Em Brasília (DF), a Embrapa Agroenergia e a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) estão na fase final de instalação de uma usina demonstrativa com capacidade de produzir 1.000 litros de biodiesel por dia com o óleo de fritura recolhido na cidade. A preocupação é evitar que ele seja descartado na rede de esgoto, entupindo a tubulação e contaminando mananciais de água.

De acordo com o líder da participação da Embrapa Agroenergia no projeto, o pesquisador Rossano Gambetta, entre os principais desafios da iniciativa estão tornar viável a produção  em pequena escala e utilizar o óleo de fritura como matéria-prima exclusiva ou principal. Ele explica que o resíduo apresenta muitas impurezas – restos de alimentos, basicamente, e alto teor de água. Isso não é um problema muito grande quando ele representa uma pequena fração dos óleos que vão para o tanque de reação. Mas é um desafio para uma usina como a que Embrapa e Caesb estão construindo, com recursos da Agência Brasileira de Inovação – Finep.

Além de ser uma solução para o aproveitamento de resíduos, o biodiesel apresenta outros benefícios, a exemplo da pegada de carbono significativamente menor do que o equivalente fóssil e da redução da emissão de substâncias cancerígenas. O Deputado Márcio Macêdo lembrou que a adição de 10% de biodiesel ao diesel em 2020 será fundamental para que o Brasil cumpra as metas ambientais assumidas com a comunidade internacional.

O papel social do Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel (PNPB) foi destacado, no Seminário, pelo deputado federal Bohn Gass (PT/RS). Para ele, a realidade dos assentamentos, principalmente, é diferente antes e depois do programa. Além disso, a política conferiu mais estabilidade ao preço da soja, já que uma parcela maior dos grãos passou a ser industrializada no País.

Do ponto de vista econômico, o presidente do Conselho Superior da Ubrabio, Juan Diego Ferrés, informou que o setor gerou 1,3 milhões de empregos, entre 2005 e 2013. Além disso, o preço médio do biodiesel nos leilões já é competitivo com o do diesel importado. No ano passado, o País comprou do exterior cerca de 10 bilhões de litros de diesel. "Não há dúvida de que o biodiesel é ambientalmente correto, socialmente justo e pode ajudar o Brasil a reduzir as importações de diesel, contribuindo para a sustentabilidade econômica", conclui o chefe-geral da Embrapa Agroenergia, Manoel Souza.

Outros dados sobre o benefícios ambientais do biodiesel estão em documento produzido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, disponível em: http://www.agricultura.gov.br/arq_editor/relatorio_biodiesel.pdf.
As apresentações utilizadas pelos palestrantes no seminário de ontem podem ser obtidas no site da Câmara dos Deputados.


Fonte: Embrapa Agroenergia



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

19/08/2019 às 14:33

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1184 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey